Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

sábado, 31 de março de 2012

Momentos de luz...



SEM PRESSA
Um Guerreiro da Luz não tem pressa para nada na vida. O tempo trabalhara a seu favor sempre, se ele conseguir dominar a própria impaciência. Andando cada vez mais devagar, ele nota a firmeza de seus passos. Sabe que, como todos no mundo, que participa de um momento decisivo para a história, e precisa mudar a si mesmo antes de querer mudar o mundo. Como disse Lanza 
del Vasto, "uma revolução precisa de tempo para se instalar". Pouco a pouco, o guerreiro muda sua vida e vai percebendo as diferenças. Gradualmente, enfrenta desafios maiores, que requerem mais esforço. Um guerreiro da Luz não pode ter pressa para conseguir o que deseja. Ele não pode colher o fruto enquanto ainda está verde. Por isso, ele espera o seu tempo.
"POUCO A POUCO, O
GUERREIRO DA LUZ
MUDA SUA VIDA E
VAI PERCEBENDO
AS DIFERENÇAS"



Paulo Coelho

Inovando o jardim

Adoro ficar viajando aqui em blogs, sites de dicas de jardins e decorações de exteriores < eu acho que é assim > não a parte de denttro de casa mas o quintal, a varanda... e etc.
E hoje vendo um post da Ana Maria no Jeito de casa eu achei muito legal essa cestinha de flores eu fiquei encantada e lá fui atrás de mais dicas.
porque final de semana eu não sei.. mas tem mulheres, mães que gostam de ficar em casa mudando isso ou aquilo. então aqui vai umas dicas que eu achei fantásticas...
Começando pelo flores que a Aninha nos ofereceu rsrs ... e cada imagem está com seu respectivo link tá ?


Eu achei muito legal essa com aquelas vasilhas tipo maionese de vidro... muito legal mesmo.
Eu adoro utensilios de barro misturados no jardim ... que nem esses aqui...

E jardim de inverno esse ficou lindo, até porque adoro fontes e essa ficou muito linda... uma dica boa para espaços pequenos.


E por ultimo esse vídeo fantástico para vc que tem varanda pequena, tipo aquelas de apartamento e o arquiteto dá dicas maravilhosas, práticas e baratinhas. Tipo faça mesmo..
E vejam que vida deu esse pequeno jardim na varanda dele..
Essa peguei AQUI...





Bjs e até a próxima
Debby :)















Perdendo e ganhando tempo...

Bruno de Paula é um poeta de alma e mãos cheias, adoro tudo que ele escreve.
Então ele postou algo hoje que me futucou e muito..


Lembre-se :

" Uma grande dor,
precede um grande passo. "

=- Bruno de Paula -=
 Éngraçado que as vezes nos pegamos parados no tempo pensando e tentando encontrar mil e uma maneiras de "ter" algo que gostaríamos e que não temos. E quando o ideal seria necessário nos perguntar : Até onde é importante ter isso? O desgaste ou o prejuízo irá REALMENTE vale a pena ?
Existem pessoas que passam grande parte de suas vidas acumulando fortunas, bens materiais e riquezas.... até onde, até onde isso realmente alimenta nosso espírito, nossa mente no que diz respeito a momentos felizes e sentimentos de paz e plenitude?
Ter conforto......
Ter o necessário para alimentar a nossa paz interior e conseqüentemente daqueles que convivem conosco.
É engraçado como as vezes perdemos tempo, Ânimo, alegrias e sorrisos nos importando com problemas pequenos que no imediatismo nosso e por vezes falta de fé  em nós e no cara lá de cima, nos desesperamos e rindo ou chorando percebemos que o sol sempre nasce no outro dia. E que tudo, tudo passa. Bom ou ruim.
Passam as dividas , passam as dores..... passam as alegrias, passam os sorrisos. Mas o que fica marcado em nós como se fosse um carimbo em nosso alma... são as experiências. Justamente porque experimentamos isso ou aquilo e dependendo de como foi degustado....nos mostram se é válido ou não determinada experiência em busca de algo que queremos e que não temos.
Tudo vem a seu tempo e por merecimento e concordo com alguém que disse que se ainda não surgiu é porque não é o momento e que Deus as vezes demora ou não ouve nossos pedidos é porque com certeza é par ao nosso próprio bem. Quantas e quantas vezes desejamos algo tão profundo que quando acontece....... a dor, a desilusão, o desespero.... tomam conta de nosso intimo diminuindo nossas esperanças e em algum casos nossa auto-estima.
Vamos tentar lembrar mais de sempre de nos perguntar.... é isso que EU quero?
Se sim..... se jogue, vá a luta, sem medo receio e com certeza de vitória.
Se não..... seja prudente e continua caminhando firme e olhando para frente.
 Voe..... voe alto nas raias de seus pensamentos e sonhos, sonhe..... sonhe muito e tenha certeza de que somos humanos mas.... não só para dizer que somos assim para desculpar um erro. Mas antes de tudo para dizer que nascemos para acertar.



E como final de semana está chegando.. vamos ficar no hit parede musical em nossas vidas ... ehhhhh uma seleção musical que fiz escolhendo minhas musicas queridinhas para você ouvir enquanto se diverte, se emocione lendo agente por aqui... srrsrs
Bjs e até a próxima
Debby :)

 

sexta-feira, 30 de março de 2012

MAMARAZZI WEEK - Quarta + Quinta e Sexta (Março 2012)


A onda agora é clicar... e aprendi a gostar de clicar aqui e acolá
com a galerinha linda dos 3 Mosqueteiros... e o blog deles é fantástico..
Bem essa foto que está no cubo mágico... aqui em cima do blog tirei na 
Quarta-feira
E agora eu por mim mesma... com ele..
Quem tem o prazer inenarravel....
Único, mágico e maravilhoso e dormir comigo 
agarradinho todas as noites rsrs
Quinta-feira
 O meu Tigrãooooooo ehhhhhh
E hoje...
Sexta-feira
Uma das minhas tentações...
Eu adorooooooo
Os sequilhos da Liu...

Bem aqui ficamos com o Mamarazzi-week desse mês
Beijos e até a próxima

 

Outra vez....Uma poesia

 Estas borboletas encontram-se ameaçadas de extinção 
saiba mais clicando na imagem :)

Outra vez a poesia se fez em mim...
Outra vez o amor foi se chegando sem pedir licença...
Outra vez as borboletas de muitas cores 
as flores de muitos aromas invadiram os jardins de meus pensamentos
Outra vez...
Débora Acácio

Mais uma vez
( Débora Acácio 28/03/2012)

Mais uma vez o amor em mim
Se faz esperar
Sem a agonia de antes.
Mais uma vez eu aprendo
Que o essencial de amar
Está mais em saber amar, que ser amado

Mais uma vez o sorriso
Aponta em meu horizonte
Mas, os olhos que me fitam
Não estão mais tão distantes
São os meus no meu reflexo
Diante do espelho da minha vida

Mais uma vez
Aprendo a esperar sempre de mim
O que antes esperava ou desejava de ti
Mandarei sim
Noticias de lá do meu lugar
Pois mais uma vez
Aprendo como li um poeta dissertar
O essencial é invisível aos olhos





quarta-feira, 28 de março de 2012

MAMARAZZI WEEK - segunda + Terça (Março 2012)

Eu e mainhaaaaaaa rsrsrs

Eu e meu filhão...... meu gatão !!!!! rsrsrs

Bjs e até a próxima
Debby :)

O Mestre e o Guardião


Quem me mandou esse texto foi a Déa uma colega de trabalho gente boa mesmo.
E vale a pena não só a leitura mas  a reflexão e acima de tudo colocá-lo em prática.
Num mosteiro, havia o Grande Mestre e o Guardião. 
Certo dia, o Guardião morreu e foi preciso substituí-lo. 
O Grande Mestre, então, reuniu todos os irmãos para fazerem a nova indicação. Assumiria o posto, o monge que conseguisse resolver primeiro o problema a ser apresentado naquele momento.              
Então o Grande Mestre colocou um banquinho no centro da sala e, em cima, um vaso de porcelana, raríssimo, com uma belíssima rosa a enfeitá-lo. Disse apenas: aqui está o problema. Todos ficaram olhando a cena. O vaso  lindíssimo, de valor extraordinário, a flor maravilhosa no centro! O que representavam, o que fazer? Qual será o enigma?              Nesse momento, um dos discípulos sacou a espada, olhou o mestre, os  companheiros, dirigiu-se ao centro da sala e destruiu tudo num só golpe.              
Tão logo o discípulo retornou ao seu lugar, o Grande mestre falou: Você é o novo guardião... Não importa que o problema seja algo lindíssimo. Se for um problema, precisa ser eliminado. Um problema é um problema, mesmo que seja uma mulher sensacional, um homem maravilhoso ou um grande amor que acabou.              
Se o amor acabou, por mais lindo que tenha sido, se não tem mais espaço,  precisa ser eliminado. A indecisão é a própria sustentação do problema. Quando decidimos o que está pendente, acabou-se o problema. É preciso pouco para que isto aconteça. Basta que se recorde do passado com um filtro mental, onde apenas são eliminadas as imagens boas. É como se a luz da memória escondesse, tão somente, o belo que existiu na relação e deixasse evidente que esse aspecto não existe mais. A verdade do passado, com suas angústias pelo futuro, a insegurança que foi vivida, a amargura, a  mentira, a indiferença e a exploração devem ser motivos suficientes para que a separação não doa tanto. Mas normalmente apaga-se o mal, como se nada disso houvesse existido. E se fica numa reserva inesgotável de aflição por ter  perdido o ser amado. 
Para se viver um grande amor, é importante perceber que problemas surgirão e que ficar dando desculpas não irá ajudar,  porque uma das piores maneiras de se tratar um problema é ficar arrumando justificativas da sua existência, ao invés de enfrentá-lo, assumi-lo e resolvê-lo, seguindo em frente em busca do novo, em busca da felicidade. 

E tô chegando com o Mamarazzi Week dessa semana..... não sabe o que é ?
Clica na foto abaixo e vai lá... você vai se amarrar..


Bjs e até a próxima.
Debby :)


Divagando

terça-feira, 27 de março de 2012

Mais uma vez...


Mais uma vez a insônia em mim se fez.
E agorinha vendo um post das divas do divã rsrss lendo sobre o drumond  e que texto fantástico e que aqui só vou colocar o que mais futucou aqui dentro de meus cantinhos...
Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional...Carlos Drummond de Andrade


Então fiquei aqui com meus botões e nas minhas projeções e consequentemente em meus desencantos de amor  é    de sen can tos.
É quando você se pega chorando, sofrendo por alguém que de alguma forma da sua vida, da sua rotina, do seu dia a dia partiu. E com ele(a) naquele instante de profundo egoismo onde sempre deixamos a razão de lado, onde não ouvimos os conselhos de todos os lados. Onde a cegueira do querer viver o fruto de nossas projeções tenta em vão transformar um sonho, uma linda e maravilhosa ilusão em realidade.
Onde queremos a toda prova, a todo custo não pensar no depois e só queremos desfrutar do hoje, do agora e deixamos estacionados num presente um tanto ausente nossas ponderações, nossas intuições.. as palavras ocultas que ecoam de nossos corações.
É quando queremos de verdade acreditar que é para sempre, é quando tentamos empurrar uma equação sem solução com a barriga e ludibriar os números da lógica da vida para uma solução exata... e depois ?
No desgaste da própria intenção caimos em pranto no diluvio da desilusão.
É quando o sono não chega e a certeza de provável fim se acomoda gradativamente em nossas emoções. 

Acho que já disse isso por aqui tudo em nossas vidas deveriam ser eternos começos, todo encantamento, a magia, a devoção, a arrumação dentro e fora de nosso intimo.. os barulhinhos todos bons por mais desastroso que seja o fim desse começo.
É porque com o tempo agente aprende que todo ciclo tem começo, meio e fim.
E assim mais uma vez o desencanto chega  e com ele o egoismo lá de cima se apoderosa e acorda o gigante adormecido... o sofrimento... mas sofremos porque mesmo ??? Como o Drummond aqui diria , sofremos não poque vamos deixar de sentir as boas emoções, as boas sensações que aquele < e algumas vezes só aquele > olhar nos provocava, o tesão que aquele toque na pele aflorava, os arrepios que aquela voz causavam... o terremoto em nosso estomago que aquele beijo provocava e aquela sensação de eterno que só aquele abraço nos deixava sentir... não não sofremos por isso... sofremos porque criamos expectativas várias de todas as formas e tamanhos.
Desencantamos porque sonhamos e nem tudo que sonhamos pode ser tangivel... e acima de tudo perfeito.
Mas tem desencanto de amor que despedaça o coração aos poucos.. mas um despedaçar salutar , esse que é filho da renuncia.. que é quando sabemos que muito, muito amamos mas é melhor parar , deixar ali ... a continuar.
É melhor parar porque como estava não dava para continuar e a distância principalmente a fisica é o melhor lugar para nossa emoção escapar, nosso querer não ter.
Mas a imagem vem na bagagem da saudade, a sensação do colo, do beijo, do abraço acordam nossa pele num piscar de olhos, ahhh e o amor.. se faz cada dia mais presente ainda que o bem querer esteja para lá de ausente... amadurece junto não só com o corpo mas principalmente a mente... e quando essa renuncia te traz lágrimas ao ver o fruto desse amor crescer , sorrir, dormir e acordar a cada dia.
Você aprende no seu desencanto que é muito, muito bom amar sem nada cobrar e muito menos esperar...e quando desencantar já que aqui somos muito humanos em lágrimas ... ao criador agradecer por tamanha emoção em sua vida em algum momento acontecer..
Ai ai... melhor parar né ??? rsrs
E esse é mais um ensaio para a segunda fase da blogagem coletiva amor aos pedaços...

Se você ainda não conhece clica na imagem o dá uma conferida..





 Bjs no coração e até a próxima
Debby :)


segunda-feira, 26 de março de 2012

Bom dia.... para nós.


Estava vendo as novidades na minha página do face, quando vi esse post da Silvana Cervantes... nem lembro quando conheci a Sil, eu acho que foi em 2003 em algum grupo que eu participava, já fizemos vários duetos e ela me chamou nesta mesma época para entrar no grupo virtual dela.. o Sempre Sensual.
Bem falar na Sil e falar em Juizo é sinal de que tem alguma coisa errada, eles não combinam mesmo. rsrsrrs
Acho que é por isso que agente se dá tão bem, temos isso em comum !!! rsrsrsr
Simmm o post dizia algo mais ou menos assim. :)

BOM DIA COM ESTA LEMBRANÇA DO AMIGO PORTUGUÊS, CORREIA DE MATOS... OBRIGADA CORREIA!

POETA

Silvana Cervantes

Certo dia,perguntou-me o poeta amargurado:


_ Criança, de quem falo eu?

Acaso do sol que evapora a água e faz chover, ou da chuva, que faz tudo renascer?

A quem respondi sorrindo:

_ Poeta, amigo!

És tão sábio, tudo podes escrever...

Pergunto-te:

_ Acaso, um é mais importante que o outro?

Não nasce o sol todos os dias, para todos?

E não vem a chuva tudo refrescar?

Cada coisa a seu tempo...

A real importância, está na sensibilidade

dos corações que enxergam o mundo.

E nisto caro amigo, és mestre!

Não lave os olhos para que enxergues melhor...

Limpe antes a alma de toda soberba,

pois,é na simplicidade que se encontram as melhores respostas!

A essência está em saber, que nada somos, se não hover alguém para receber.

Bjs e até a próxima
Debby :) 






Pesentinho da Outra Silll a Silvia Filipo.. essa é outra artista demão cheia.
Bjs Sil
Debby :)

sexta-feira, 23 de março de 2012

No outro dia...


Hoje acordei novamente com vontade de amanhecer em abrolhos !! Acho que já comentei por aqui que, sempre que estou assim triste, muito triste tenho uma vontade imensa de ouvir barulhinho de onda, sentir o vento nos cabelos  e me imagino descalça vendo esses pássaros voando....
Só não me pergunte porque mas sempre me coloco num lugar assim quando estou triste ou com medo.

Mas independente de qualquer coisa é na hora da morte , quando agente sente que perdeu um carinho, um abraço ou um colo... que percebemos por frações de segundos o quanto nos atentamos a coisas pequenas, o quanto nos aborrecemos por pessoas e problemas pequenos...
Sim porque diante de um leito de morte tudo, absolutamente tudo de material perde  a importância e principalmente o valor.
O passado e o futuro deixam de existir porque nossa atenção, nosso desejo estão focados no milagre do tempo presente, do hoje, do aqui e do agora. Eu não desejei que o futuro chegasse, que o sol nascesse, que o outro dia acontecesse.

É quando você tentar de uma forma absurda e quase louca se colocar no lugar daquela pessoa que está indo embora de alguma forma.
E é neste momento que a dor te acorda, te dá aquele choque que sacode a sua alma e te diz...ISSO É EGOISMO!!

E numa contrandição intima imensa, com o coração aos pedaços você se sente o ser mais sozinho do mundo e de repente você percebe que é preciso continuar, que é preciso no outro dia levantar a cabeça e respirar.
Esses dias estão sendo muito dificéis para mim porque a minha madrinha ... era a minha madrinha, minha tia e foi uma mãe em alguns momentos da minha vida.
Porque ela lutou comigo, chegou junto quando o meu amor era absurdo, visceral e fez de um tudo para ele estar comigo.
Ela sorriu comigo, via o brilho em seus olhos quando eu conseguia algo que queria, e sempre que ligava para ela no notal, que a abraçava  em épocas assim eu sentia.
O gosto de suas lágrimas junto as minhas.
Ela chorou  junto quando meu mundo ruiu e de mim este amor partiu...


Mas porque será que só lembramos positvamente de alguém nos minimos detalhes da sua imperfeição quando a morte acompanha esta reflexão ?

Porque será que lembramos que estamos perdendo alguma coisa quando deixamos a distância, o próprio descaso tomar o lugar da atenção ou da afeição ?? e a morte acorda a carência que nos bate como desculpa para essa mesma atenção e afeição.


Porque será que não conseguimos o outro valorizar quando está vivo, ao nosso lado ou não, mas simplesmente vivo ???

Porque será que temos primeiramente o lado mau enxergar e depois julgar ??


Porque será que esquecemos que somos seres distintos, humanos e principalmente errantes TAMBÉM ??

Porque a morte tem que vir abrir nossos olhos para que possamos < ou não > enxergar as belezas da vida e do outro com mais simplicidade, humildade, perdão e, acima de tudo, amor ? 


Bjs e até a próxima
Debby :)


quarta-feira, 21 de março de 2012

Eu aprendi...


Eu aprendi...que uma noite pode ser longa mas que um outro dia sempre amanhece por mais que seu coração esteja partido. Eu aprendi que as vezes a vida te enfia no peito situações que te chegam de viés...para que encontre em algum lugar dentro de vc algo que faça sentido...um norte, uma direção.
Eu aprendi que você pode tentar levar uma vida inteira para entender que as vezes é melhor renunciar algo ou alguém,  mesmo querendo,  a continuar.
Eu aprendi que não adianta somente chorar que as vezes o peito te pede para gritar tamanha dor que está em seu coração.
Eu aprendi que tem momentos na minha vida em que eu terei que me ajoelhar e perante os mistérios de Deus agradecer a ele pela vida, ainda que seja de frente com a morte.
Eu aprendi e disso não me arrependo a amar com a alma, a desejar com vigor e a querer mesmo sem poder ter.
Eu aprendi a esperar algo que ainda não sei o que é, mas que a mim vai chegar.
Eu aprendi que por mais que você queira entender quando alguém que você ama parte desse mundo você começa a alimentar uma esperança de que em algum lugar vocês vão se endontrar...porque tudo que aqui nasce em sua maioria está fadado a perecer. 
Eu aprendi que de alguma forma a morte te ensina a viver, a acreditar que mesmo com seus 30, 40, 50 , 100 anos ela será sempre curta.
Eu aprendi que por mais que te critiquem, que não te aceitem do jeito que você é, se você se curte tem que se amar e muito.... para valer. E que se você não rir de você as vezes uma piada , um mico seu fica totalmnte sem graça e você perde a chance de dar uma boa e sonora gargalhada.
Sorrir é bom, é maravilhoso mas chorar é muito bom também... você sente no silêncio de suas lágrimas o que seu coração quer dizer e não tem palavras ... é quando o coração dói... você olha para trás e sabe que não vai ter mais aquele abraço , aquele carinho, aquele aconchego.
É quando um amor que está indo, escorregendo pelos seus dedos sai de todo um contingente seu palpável, no que tange o toque, o tato e entra de vez, sem pedir licença para o livro das memórias e se transforma em saudade.
Eu aprendi que hoje vou chorar, que amanhã também vou chorar, e depois e alguns outros depois... e que algumas datas muitos anos depois também vou chorar.
Eu aprendi que de alguma forma Deus nos mostra em tamanha dor que vale muito, muito mesmo acreditar no amor.
Por mais que o mundo, a globalização, a alienação atual te digam que não.
Que vale a pena você se desculpar, se perdoar de alma ... para poder desculpar e uma outra pessoa perdoar. porque é nesse instante que você se descobre tão humano, tão pequeno perante a grandiosidade e misericordia de Deus que sempre, sempre te perdoa e nunca te deixa na mão por pior que seja a situação.
Eu aprendi que você pode levar dias, meses, anos sem o amor de outrora ouvir ou saber como está mas basta apenas uma fração de segundo escutando essa mesma voz que seu estomago fica repleto de borboletas e um furacão te tira os pés do chão.
Eu aprendi que é escrevendo que minha emoção transborda da minha alma traduzindo o que eu quero falar e algumas vezes não consigo expressar.
Que um gesto simples as vezes vale mais que mil presentes...
Que a distância não é desculpa pela ausência...
Que a vida as vezes nos mostra que a renuncia é uma das melhores e maiores provas de amor que agente pode ter, fazer e com o tempo aprender.
Que é no trabalho que você cresce, empreende, se fortalece e percebe que vai chegar dias de luta, dias de vazio, de se sentir completamente sozinho. E com o trabalho que você enaltece todo o tempo como lenitivo para as tormentas que você precisa encarar e depois... respirar aliviado por mais uma prova passar.
Que tem dias que você vai chorar até sentir que não tem mais lágrimas para chorar mas que outras vezes vai chorar igual, e com o passar dos dias você se percebe diferente um pouco mudo, um pouco calado.
E neste momento eu aprendi que estarei sempre aprendendo.
E que agora está tudo em mim doendo.
Bjs
Debby :)

E hoje...

 
E hoje vindo pela praia e nestes dias está sendo uma constante, vim pensando no texto que ouvi na rádio .

 
"Se alguém te procurar não é por acaso."
 
Existe algumas pessoas que entram em nossas vidas por minutos, por um dia mas deixam um apredizando dentro da gente que levamos pela vida inteira. Tenham sido positivas ou não as suas atitudes. Porque por trás de todo mal existe um bem.
E enquanto ouvi em cada frase vinha uma imagem que se encaixava perfeitamente com o que estava ouvindo... e no final do texto.
Tipico daquele frigir do ovos sabe? Constatei que realmente ninguém aparece em nossas vidas por obra do acaso, e que Deus está acima de tudo e de todos.
E lá estou eu ouvindo o programa quando a frase..
"
não conseguir algo pode ser uma grande lição, um jeito enviezado que a vida encontra para nos mostrar o caminho certo".
 
E fiquei de novo, outra vez... com meus botões fervilhando rs
E claro que alguns momentos bons e outros não tão bons assim surgiram em minha mente , os sonhos que hoje para mim são tão totalmente impossiveis e percebo quanta sabedoria existe em algumas palavras juntinhas no contexto exato. Que nem essa ai de cima.
 
É quando você se percebe único, pessoal e instransferível..
Quando tem certeza de que seus pés precisam calcar cada passo do caminho escolhido por você mesmo... com coragem, com certeza de que está indo pelo certo.
E se a dor, a tristeza que acomete qualquer desdita nos visita temos uma das certezas mais maravilhosas da vida...
É quando percebemos, captamos a  importância da intuição... e quantas vezes derrapamos aqui ou ali por teimosia, implicancia e orgulho mesmo.. porque nos fizemos de surdos a ela...  A INTUIÇÃO.
 
E fica a dica por dolorosa que seja a vista...
Por mais nublado que esteja o horizonte ali bem na frente..
Siga a sua intuição, ouça seu coração... porque se existe alguém que nunca vai querer o seu mal, será você mesmo!
E vai ter dias em que vai doer mesmo, em que as lágrimas serão as única palavras e talvez companhia..nunca se perca de vista, e perceba que algumas vezes a vida nos pega de viés para que agente entenda de uma só vez que é nesses momentos que as pessoas que nos amam verdadeiramente nos dão a mão, nos acham, ou simplesmente nos enxergam nem que seja uma única vez!
E em dias assim quem te aninha, que te acaricia , quem vai te querer por companhia além de você mesmo, será realmente seu amigo..
Sei também que serão poucos, esses que contamos nos dedos e de olhos fechados.
 
Bjs e até a próxima
Debby :)
 
 

terça-feira, 20 de março de 2012

Ainda bem


Não sei porque depois que o João nasceu fiquei com essa nóia de tirar fotos e mais fotos, as mais simples ou até impossíveis do mundo.
O primeiro sorriso, o primeiro cochilo... as vezes acredito que seja porque ele foi fruto de um primeiro tudo na minha vida.
Fruto do meu provável primeiro amor, provável, porque se perdeu na poeira no tempo da minha vida. E eu tenho para mim que um amor quando verdadeiro nunca se perde ou se acaba.
Então com o João foi a primeira vez que dei banho no meu bb longe da minha mãe, longe em todos os sentidos, pois ela estava na Bahia e eu no Rio Grande do Sul, e também porque com João eu queria e quero muito que seja uma história bem diferente. E está sendo!

Foi com o João que quase tive um treco com o chorinho dele com a primeira cólica, que fui pela primeira vez sozinha ao pediatra.
Que fiz compras pela primeira vez ....
Então hoje vendo uma propaganda do google+, achei perfeita.
E depois da minha madrinha, do meu mundo ter girado mais uma vez eu vi o quanto pesa, a importância e o significado da palavra para sempre.
Para sempre é um pedaço de amor que instala em seu peito, que te invade as entranhas sem pedir licença, que vai invadindo seu espaço, deixando a adrenalina chegar aos picos diariamente ter um novo sentido, um novo gosto.
Que aumenta a sua criatividade, que te rejuvensce literalmente.
Que faz você dizer "eu te amo" e achar que é tudo ..... que é para sempre.
Mas diariamente, ultimamente eu me acordo só...me aninho e me acolho com carinho na oração matinal.. pego o celular corro pro quarto ao lado.
Para registrar de alguma forma um dos momentos mais mágicos que tenho na minha lista de manias... e olho meus filhos dormindo, meus amores para sempre, esses pedaços são sim para sempre... dormindo e ouço os sons do amor...e vejo os gestos do amor, o correr dos dedos se tremendo pelos lençóis.
As pernas que se tocam num balê que não precisa de sinfonia para sentir a sintonia da vida.
e ouço o respirar tranquilo, o ressonar do ar que entra e sai dos pulmões.
E sentindo o quente e salgado das lágrimas que correm pelo meu rosto.
Me vejo sozinha, olhando a janela, vi a luz dos primeiros raios solares iluminarem as primeiras horas de mais um novo dia.
E agradeci a Deus por tudo, que para sempre ou não, se demorou por instantes em minha vida, que me fez acreditar que era amor e que o próprio tempo, a maturidade de hoje enxergando de frente a imaturidade de ontem.. foi amor sim mas não foi para sempre.
E ao mesmo tempo foi, porque foi quando acreditei que faria parte do meu eterno ainda que tivesse a duração de partes fracionadas de milésimos de segundo.
É quando um olhar diz o que o coração não quer calar.
É quando um beijo abocanha com fome e exageradamente a alma.
É quando um abraço te deixa essa sensação de mágica, de proteção.
É quando uma recordação traz pro meu estomago um furacão,  me tira as pernas do chão...

É quando o desencanto , a desilusão faz parte de um pedaço do amor.
Mas que não diminui em nada toda a sensação única e mágica do começo, do encantamento do amor.. seja ele qual for.

Então a insonia me acordou novamente nesta madrugada, liguei o computador, entrei na conexão com o trabalho , fiz algumas coisas e quando me vejo estou aqui divagando em qualquer canto de mim.

Mas essa mania de tirar fotos do João me faz acreditar que vou deixar sim, junto com este blog que nasceu em 2009 durante a minha gravidez do João.. um legado... dos pedaços alegres, verdadeiramente cômicos, verdadeiramente tristes da minha nada mole vida rsrsr.
Quando vi e senti que a morte faz parte da vida.
Mas que no frigir dos ovos nada mudaria pois assim aqui eu não estaria com essa essência que tanto me agrada, me acolhe e me orgulha ser.

E essa música que você está ouvindo... caiu mais que luva.... para fazer valer a trilha sonora de tudo que se fez para sempre em minha vida. 

Bem esse texto é um ensaio para a segunda fase ba blogagem coletiva amor aos pedaços..
Ele de quem muita gente corre léguas mas um dia acontece...o desencanto.


Bjs e até a próxima
Debby :)

segunda-feira, 19 de março de 2012

Ainda Lembro...

Ainda Lembro...

Ainda lembro de um tempo para lá de sagrado, mágico e encantado chamado infância.
E lembro que antes de ser minha madrinha , ela é uma tia muito querida e amada por todos na familia..
Sabe aquela tia deliciosa que todos querem que sejam a madrinha ?
Então essa é a minha Tia Lia... não me pergunte o porque do apelido, uma vez que minha vó colocou seu nome de Maria... a das Graças. Pois todas as outras mulheres dessa familia são Marias também.

Lembro que adorava dormir na casa da minha vó, porque além da minha vó tinha a minha tia Lia... e tinha tudo que agente gostava, queria e nossos pais repreendiam rsrs E sempre que chegava férias, feriados prolongados não dava outra, a guerra era para ver quem iria dormir na casa da tia Lia.

Ela... que além de enfermeira sempre teve outras, várias atividades paralelas com ou sem fins lucrativos .
Sabe quando depois de anos, anos tem uma reunião em familia em que todos comparecem?? geralmente é aniversário de vó e vô né ???
Querendo ou não, agente admitir, só pensamos em ligar para algum parente em aniversário e mesmo assim alguns por telefone, ou não é ???
Mas a minha familia essa da tia Lia de sobrenome ROCHA... das mulheres mais bonitas e guerreiras de toda Bahia.. rsrsr é enorme.
Então tinha finais de semana que nunca saem de nossas memórias e esse foi um deles.

Ainda lembro que a minha tia Lia trabalhava nesta época com desfiles, academias e afins. Então chegou o grande dia do desfile em toda familia <<<< e ninguém ouse dizer que não >>>> tem aquela turminha do barulho né ??
Mas barulhinhos bons,,, e tinha mesmo a minha irmã e a minha prima Ana Paula que chamamos de Paula eram as mentes ferventes , eram elas que tinham as ideias para lá de geniais que sempre terminava em sorrisos, choros, ou castigos e não necessariamente nessa mesma ordem.
Então essas mentes brilhantes tiveram a ideia de vender os panfletos < propagandas > do desfile como ingressos... acreditem.. eu vivi isso e foi verdade.

Agente foi de porta em porta no bairro onde a minha tia mora e com carinhas de anjos < rsrs > fomos praticar nossa comércio mas agente só pensava nos bombons, nos pirulitos com k-suco ! rsrs.
Então depois que vendemos alguns panfletos < como ingressos > olha a arte!
Nascida é claro das mentes da minha irmã e da prima Paula... rsrs
Apareceu o primeiro reclamante. Que chegou na fila da entrada do local do desfile, e apresentou o < "convite ">
O segurança olhou para ele todo sério .
- Senhor o ingresso, por favor !  << oiii ??? >
Imagina a feição de interrogação do cidadão! rsrs
Imaginou ?
Eu e minha Madrinha

Então.. agora imagina as nossos semblantes apavorados quando chamaram a Tia Lia  para resolver uma pequena confusão na portaria , < Eitaaaaa nós, sujou ! rsrs >
- Senhora tiveram lá em casa umas meninas que disseram que isso daqui era o  ingresso para o desfile..
Ela não precisou nem perguntar, fazer retrato-falado < rs > nadica de nada...
Eu penso que nesse instante apareceu na mente dele a imagem de cada uma de nós..
Mas com aquela luzinha na cabeça, eu acredito que só mesmo a minha irmã e a Paula ! rsrsrs
- Senhor tudo bem aconteceu um pequeno mal entendido por parte das minhas sobrinhas mas pode entrar.
E deixou ordem na portaria de quem aparecesse com um panfleto como ingresso para 
entrar.
Essa é a minha prima Lu... e seu pequeno Ryan, Ou Rian ... 
Gente nunca acerto a pronuncia correta do nome dele. < foi maus Lu >

O clã Marvel da familia rocha rsrs nesta época era basicamente, a minha irmã , a Paulinha, a Lu..., euzinha aqui e uma visinha de minha vó que se tornou quase prima apulso ...obvio... andava mas na casa da minha madrinha com a gente do que na casa dela...tuca apelido dela,nome,não sei, pode ?
Então estavámos embaixo de uma mesa enorme contando e dividindo nossa pequena fortuna rsrs.

No outro dia nem preciso dizer que ficamos de castigo... 
Ihhh os nossos castigos dariam um ótimo seriado...
Aquele então do sol nascer quadrado, num verão na ilha..... << uiii>> inesquecivel mas isso é uma outra história.

O tempo passou agente cresceu e o amor, o carinho e a dedicação da minha madrinha por nós também.. é certo que sempre tem ciumes de um dos afilhados dela ... ela tem um monte também né !!!
Ainda lembro dela com seus tangos maravilhosos, acredito que tenha nascido dai também um pouco a minha quedinha pela dança.... gostava de ouvir as músicas. E de ver aquele bailar lindo, maravilhoso e para lá de sensual que é o tango.
E ela tinha até pouco tempo os famosos Vinis de Piel canela que nunca sabia se era o cantor ou o nome da música...mas gosto de ouvir essa música na voz da Joanna.
A minha gratidão por ela é imensa e por mais que eu faça por ela nunca irei quitar meu débito... o quanto ela nos tirou das enrrascadas < algumas brabinhas > os namorados que ela acorbetou.... as broncas que ela ouviu por nossa causa.. Nossa!!!
Passou mas passou muito rápido e é quando a vida meu deu um baita de um susto que me acordou a alma por dentro. <<<< comose tivesse uma alma por fora né ?? se tenho deve ser aquela que chamam de gêmea, tenho para mim que a minha miopia aumentou ou a deleporque até hoje agente ainda não se encontrou >>>> E isso também é um outra história.
Me acordou para a certeza de que devemos sim....ANUNCIAR, GRITAR, DEMONSTRAR,VIVER , FALAR que amamos alguém de alguma forma em nossas vidas.. E diga com poucas palavras se quiser.. ou então nada diga e deixe o seu amor falar.. em forma de gestos, de ações...
E foi nessa semana na quinta-feira dia 15 que o susto me engoliu literalmente, que meu mundo girou novamente, que me senti sem chão, sem pernas , sem ar outra vez.
Que me senti impotente e perante a Deus insuficiente...
A minha madrinha está em estado grave na UTI... e eu aqui depois de orar por ela.
Pensando em homenageá-la e porque não com as minhas lembranças?... quando não a maiorida delas.
Pois uma das primeiras mãos que me tocou foi a dela...no dia 31 de agosto de 1972 quando eu por Deus enviada resolvi renascer aqui ! 
 A minha madrinha

Mas ainda lembro de um tempo em que era menina... que toda vez que via a minha madrinha dizia:
- Bança a tia !!
E ela respondia
- Deus lhe çõe !!

Deus me abençou sim e continua abençoando por todas as pessoas que um dia cruzaram em meu olhar e por instantes a vida quis assim deixar... outros que na minha saudade decidiram morar... outros que de meus sonhos não querem desertar...
Outros que nasci somente para amar.
Bjs e até a próxima
Debby :)
 

domingo, 18 de março de 2012

Longe...

Tem dias que acordo assim pensando longe.... rsrsrs
E um dos momentos que mais gosto durante a manhã além de ficar olhando o dormir de meus filhos..é quando estou indo pro trabalho. Sento na janela do coletivo e como sempre estou ouvindo músicas, fico olhando pro mar, pro horizonte, os coqueiros, os pássaros bailando pelo céu....
Engraçando é que tem algumas músicas que parecem que combinam com o cenário já percebeu ? Então estava ouvindo a Cyndi Lauper com True colors e enquanto ouvia algumas palavras percebia o quanto parecia vir do céu a música. E tudo dançava no ritmo o caminhar das pessoas no calçadão, os surfistas meditando sob as ondas, os coqueiros balançando. Foi quando me vi com papel e caneta mão escrevendo isso...

Longe é um lugar onde nossas desculpas depositam tudo que desistem de lutar.
Longe é um lugar onde colocamos quem nossos olhos não querem mais fitar
Longe é um lugar onde o final de alguma coisa estaciona no futuro, esperando o presente chegar.
 
 
Longe é um lugar onde o amor encurta a distância para a saudade aplacar
Longe é um lugar que quando se quer conseguimos chegar,
um carinho roubar e quem sabe no aconchego gostoso se demonar...
Longe é um lugar que nossas palavras chegam num simples olhar
 
 
Longe é um lugar onde a música chega para acalmar, animar ou afastar
Longe é um lugar onde o poeta vai
suas energias buscar
Longe é um lugar onde a esperança 
Nos dá a certeza de que é perto chegar
 
Bjs e até a próxima
Debby :)
 

sexta-feira, 16 de março de 2012

Encantamento <<< Amor aos Pedaços >> Minha vida


Essa é a primeira fase < encantamento > da blogagem Coletiva Amor aos pedaços, conheci pelo blog da Luma...



Sim todo amor é sagrado..
É protetor, acolhedor, inovador

Ainda lembro de minhas mãos acariciando
Aquele serzinho dentro de meu ventre
Que não sabia ser ele ou ela
Mas já amava, protegia e acolhia
Ainda lembro do meu choro junto ao seu grito
Do nosso mundo intra-uterino
Quando meus olhos fitaram os teus
Teus olhos do amor
Amor de uma mãe que junto com o filho
Também nascia



Ainda lembro da boilinha de pelo em meses
Que chegou em casa fazendo uma estripolia
Que sempre balançava o rabinho quando me via
Que atrás de mim sempre corria quando de casa fugia
Que comigo chorava as mesmas lágrimas que as minhas
Que me mostrou o valor de um amor
Um amor da dona pelo seu cachorrinho
Que deste mundo já partiu



Ainda lembro do coração aos pulos na garganta
Quando minha alma inquieta dizia "Ele está pra chegar "
Das mãos acariciando uma a outra, dizendo calma, calma
Da boca seca antes do beijo e do corpo em calafrios depois dele..
Do meu primeiro beijo dele, do amor.
Do amor de menina/mãe  virando mulher.




Este que chegou depois..
Depois de ser mãe,
Depois de ser amiga, de ser querida
De sentir na pele a desdita da partida
De pessoas especiais da minha vida

Sim todo amor é sagrado..
É protetor, acolhedor, inovador


Então esses e muitos outros pedaçõ de amor fizeram, fazem e vão continuar fazendo parte do universo encantado doo meu amor... sempre !
Sempre!.
Deixo com você uma música que mexe muito, muito comigo.. porque falar de amor
E para mim todo amor é sagrado sim... 

Bjs e até a próxima
Debby :)
-- Um pouco triste pois um pedaço do meu amor chamado Dinda... a minha dinda está hospitalizada... mas Deus é mais, muito mais !

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!