Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

quarta-feira, 14 de março de 2012

Poesia


A poesia sempre esteve presente em minha vida..
Escrevi minha primeira poesia aos 08 ou 10 anos de idade eu acho.. mas o título nunca me saiu da cabeça Ostra Ferida...fruto de um momento punk de minha vida mas que passou !
E de lá para cá a minha produção foi aumentando....
E quase tive um treco quando recebi meu primeiro prêmio virtual claro !!! rs
Tudo em minha vida pode se transformado em poesia quando não "gritada" ela nasce muda, calada... mas ecoando em meu silêncio gritos mudos que saem de dentro de mim.
E hoje eu escrevi isso dedicado a uma pessoa muito, mas muito importante em minha vida.

Poesia
( Débora Acácio 14/03/2012)

Hoje me vesti com pétalas de rosa...
Tomei um banho de alfazema
Com cabelos em desalinhos
Pés descalços
me dispo em versos e prosas

Em forma de poesia
Vim te desejar mais quem um bom dia
Vim iluminar o seu dia
Vim não querer nada em troca
Mas exalar todo meu amor
Em forma de rimas e linhas

Como uma poesia
Busco em mim o mais sincero
E puro sentimento
Guardando cada palavra que tenho
Em riscos e rabiscos
Rascunhando minha alma
em sonetos

Me desnudo assim
De letras, de frases soltas
de palavras que traduzem
Tudo que sinto por ti
Explicito ou não
o que vai em meu coração

E se não fosse a poesia
EU não consegueria
Demonstrar o pouco
Do muito que há de ti
Dentro de mim.
 
Agora tenho que correr né ??? tenho duas pessoinhas lindas, maravilhosas para beijar muitooooo e agarrar muitooooo Tiago e João Victor...
Bjs e até a próxima
Debby :)

Fica aqui um dos maiores poetas brasileiros... na minha opinião..





Razões para amar...


Há quem desista de amar outra vez por ter sofrido, por ter sido magoado, enfim por ter sentido seus sentimentos indo por terra por alguém ou por algum motivo. Fernando Pessoa, Machado de Assis, Mário Quintana descreveram ou tentaram descrever a maravilha que é o ser apaixonado.

Não o ser humano em si mas o estado emocional, psicológico que fica quem está acometido por algum sintoma do amor.
Estragos em menor ou maior grau sempre vão existir, afinal, pouco sabemos amar sem esperar retorno, sem criar aquela expectativa do ser amado "ser meu" "ser minha"... ledo engano pertecemos única e exclusivamente ao amor. E acredito que tão cedo iremos pertencer a alguém enquanto não pertencermos a nós mesmos em primeiro lugar.
E mais uma vez erramos quando personificamos esse estado de extase em alguém... 
Acredito que para se amar alguém é preciso estar inteiro, completo e assim formar uma comunhão de inteiros.. a parte dele e a parte dela.

Mas essa modernidade ficante está levando ralo abaixo a mágia do amor, o encanto delicioso e único do começo... do gelar a mão ao tocar... das palavras trocadas com um olhar... o sorriso do canto do lábio..
É ser romântico é realmente uma "espécie" em extinção.
E se alguém que sofre ou está sofrendo por amor eu aconselho.... ame, ame cada vez mais e mais... quanto mais agente ama mais aprende a amar. Pois o próprio amor... esse amor-próprio nos ensina os truques, os primeiros sintomas para não viver uma mesma dor outra vez...
E não existe distância, idade, cor que impeçam alguém de amar.. porque o amor quando quer ele consegue trannsformando o medo em coragem, a timidez em um ousado atrevimento,
Dedução

Não acabarão nunca com o amor,
nem as rusgas,
nem a distância.
Está provado,
pensado,
verificado.
Aqui levanto solene
minha estrofe de mil dedos
e faço o juramento:
Amo
firme,
fiel
e verdadeiramente.

Então se for para morrer de amor, morrerei todos os dias.. e essa é uma das razões para amar. O renascer, o recomeço, o novo ainda que revestindo o velho. E se for o amor .. pela mesma pessoa que se renovem sempre os votos não por palavras mas com gestos.
Olavo bilac em sua poesia criação diz que:
Há no amor um momento de grandeza,
que é de inconsciência e de êxtase bendito:
os dois corpos são toda a Natureza,
as duas almas são todo o Infinito.
Eu acredito que bons amantes nunca morrem se amam constantemente. Quando seus corpos não ardem em chamas seus pensamentos se buscam.
O amor é um sentimento em constante construção.
Pelo homem no outro procurado, "catado", e erroneamente personificado. Ora, se estamos falando de um sentimento como podemos no outro tocá-lo ? se não for pela empatia natural, pela sintonia, pela cumplicidade e suas afinidades ?
Os imediatistas, os fugazes < e que já não viveu essa fase ? rsrs > que me perdoem mas para falar de amor é preciso antes até mesmo de conjugá-lo, vivenciá-lo incondicionalmente !!!
 Sem cor, sem sexo, sem julgo, sem pátria....
 Algumas vezes nos perdemos nas voluptuosas ondas sensuais de uma paixão que chamamos de amor mas que aqui seja eternamente vivida, sentida enquanto dure...
 Algumas pessoas perdem a esperança de encontrar, de achar aquele, aquela a quem chamamos "cara metade" e na maioria das vezes o amor nos soa com seus aromas, com seus sorrisos, com suas poesias, com suas lágrimas, com suas dores, com suas alegrias e não o enxergamos....
Mas teimoso e parente da esperança o amor nunca se desespera..
 Hoje vai...
Na certeza de que amanhã ele volta bastando para isso seguir o maravilhoso e belo conselho e se não o maior de todos os mandamentos..
" Amarás ao teu próximo como ti mesmo...."
E essas palavras me atrevo a dizer foi do amor em pessoa.....

Ai ai sou suspeita para falar do amor rsrss
E esse texto é mais um ensaio, um pequeno pedaço da blogagem coletiva da Luma.. Amor aos pedaços... vai lá e confere !!!!

E a música que estou ouvindo agorinhaaaaaaa....



 Bjs e até a próxima
Debby :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!