Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Segunda chance



A vida sempre nos dá uma segunda chance.
A cada novo dia temos uma segunda chance para tudo, uma nova oportunidade.
Seja para acertar e até mesmo para errar. Acredito, que talvez dessa certeza tenha nascido o dito popular "é errando que se aprende" . Mas, se temos a consciência miníma do que julgamos ser certo ou errado.
Porque algumas vezes sentimos o gosto da lágriam causado por um mesmo motivo?
A grande sacada da primeira frase que aqui escrevi é justamente essa. Temos sim ! sempre a chance de acertar, consertar, arrumar, colar, remendar, perdoar ou até mesmo esquecer.

Minha mãe é um grande e maravilhoso exemplo dessa infinidade de argumentos que listei ai em cima. Sempre nos aconselhou mas nunca nos impediu de agir.
E no frigir do ovos ela sempre esteve lá conosco para celebrar ou para ajudar a colar nossos caquinhos.
Dona de uma fé que ainda hei de ter, em Deus e nossa Senhora.
Sempre enxerga o positvo no caos mais desastroso que possa estar acontecendo. Lembro que sempre dizia a ela quando era menor:
- Ainda quero ter a sua fé.
Sei que ainda falho e muito, falo e faço algumas coisas que ela desaprova e que refletindo depois vejo o quanto ela está certa.
E aproveitando ao máximo cada segundo com a minha fat family e meus filhos na ilha AQUI.
Percebi agradecendo a Deus pela benção de mais um dia, a importância de enxergar em cada hora, cada minuto uma nova oportunidade.
Uma nova chance....!
E quando os anos passam não só o corpo sente  mas principalmente nossa mente, nossos sentimentos e emoções.
Então!
Temos que aproveitar cada gosto e lição de recomoço, da mudança, do remendo ou do simples primeiro passo.


E cada ato, cada gesto, cada palavra precisam sim, nascer de nossos corações porque cada um deles virão verdades, se concretizam.... se realizam.
E estar com a  minha família esse final de semana me mostrou isso.
Foram os 30 dias em que mais chorei de solidão, em que o vazio causado pela ausência de meus filhos me devorava a cada dia.
Mas encarar este novo emprego como uma nova oportunidade de ser feliz e me realizar de alguma forma profissionalmente junto com a vontade de querer que dê certo me fazem acreditar que estou indo pelo carminho certo.
Mas importante mesmo é captar os sinais do universo, de Deus, da sua fé em cada novo dia perceberemos que em cada novo dia teremos sempre uma segunda chance.
Aproveite-a!

Bjs e até o próximo post
Debby :)



Outra vez - AGORA !


Aqui estamos outra vez.
Outra vez a minha sexta-feira teve um tom, um gosto e q todo especial.
Além da ansiedade a certeza tomavam conta de mim com tudo.
A manhã foi de trabalho doméstico mas, algo fluía de mim de formas e velocidade diferente.
Mas meu coração afirmava eles vão chegar.
Sempre ouvi dizer antes de ser mãe, que tudo muda em nossas vidas a partir de dois pontinhos azuis que vemos em nosso exame caseiro ou de um exame de sangue onde o resultado é positivo
E muda.
Tudo muda não só você fisicamente, mas sua alma, sua forma de ver , de querer, de aprender e de esperar da vida muda.
Tudo que antes tinha muita importância para você agora tem que ser importante, seguro e decente primeiro para sua prole, para o sangue do teu sangue.
Então durante esses 45 dias que fiquei long de meus filhos me ensinaram e muito, mas isso é uma outra história

Arrumar a minha casa e preparar meu coração era isso que estava fazendo nesta sexta-feira. Os últimos retoques de decoração com o pouco que tenho para mim significou muito.
Fiquei de folga para resolver e receber os móveis que estavam por vir naquela manhã.
Mas do meio-dia em diante eu não era mais a mesma.
Ficava imaginando em que trecho da estrada eles estavam ( é uma viagem maravilhosa de carro, tirando um trecho depois de Maceio chegando aqui em Recife ) e me senti diferente.
Mudei muita coias em minha vida nesses 40 anos. Algumas coisas na tora, na dor e com muita lágrima mas quando você opta por não querer mais esses sintomas de mudança. Você aprender a ouvir e ver os sinais de Deus em suas escolhas. E se entrega nas mãos dele.
E foi o que fiz.
Quando vi o carro de meu pai abarrotado de coisas, João e mainha perdidos entre caixas, e caixas eu quase gritei de alegria. por fora porque por dentro minha alma estava em fesa.
Mas isso fica para o próximo post.
Bjs
Debby :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!