Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

sábado, 26 de setembro de 2015

Tempo ...



Apesar de estar vivendo os mesmos sintomas do desemprego a exatos 9 meses. Tem dias que se eu não escrever a sensação que me dá é que vou pirar mesmo... e sempre que isso acontece a velha mania de ficar vendo o cursor piscar no post ainda em branco por alguns minutos..está virando rotina. E hoje não podia ser diferente mas o que engatou a primeira kkkkk foi um texto belíssimo da Amélia Prado que vi no face. E eu achei perfeito.

Erótica é a alma – Adélia Prado
Todos vamos envelhecer… Querendo ou não, iremos todos envelhecer. As pernas irão pesar, a coluna doer, o colesterol aumentar. A imagem no espelho irá se alterar gradativamente e perderemos estatura, lábios e cabelos. A boa notícia é que a alma pode permanecer com o humor dos dez, o viço dos vinte e o erotismo dos trinta anos. O segredo não é reformar por fora. É, acima de tudo, renovar a mobília interior: tirar o pó, dar brilho, trocar o estofado, abrir as janelas, arejar o ambiente. Porque o tempo, invariavelmente, irá corroer o exterior. E, quando ocorrer, o alicerce precisa estar forte para suportar. Erótica é a alma que se diverte, que se perdoa, que ri de si mesma e faz as pazes com sua história. Que usa a espontaneidade pra ser sensual, que se despe de preconceitos, intolerâncias, desafetos. Erótica é a alma que aceita a passagem do tempo com leveza e conserva o bom humor apesar dos vincos em torno dos olhos e o código de barras acima dos lábios. Erótica é a alma que não esconde seus defeitos, que não se culpa pela passagem do tempo. Erótica é a alma que aceita suas dores, atravessa seu deserto e ama sem pudores. Aprenda: bisturi algum vai dar conta do buraco de uma alma negligenciada anos a fio.
E esse texto automaticamente me chamou de egoísta. Porque as vezes esqueço de enxergar os dias em minha vida com mais positividade. E fico encarando tudo com uma mesmice que enoja. Assim os dias passam e ai ?
Hoje eu fiz uma coisa que me toquei que a muito tempo não faço. Apesar de beijar e abraçar quase todos os dias. Hoje eu disse a minha mãe o quanto ela é importante em minha vida. O quanto eu a amo.... 
E eu percebi que metade de minha alma chorava e a outra sorria porque  o segredo não é reformar por fora... a mágica está em entalhar na alma cada bom momento vivido, cada sorriso aberto, o amor aliado...plugado conectado com um bom sexo. E ate mesmo o choro solitário e incontido.

porque não é só o tempo que voaaa.... o dias correm céleres por entre nossos dedos e para não dizer que não falei das flores...
Aproveite tudo que a vida oferece de forma intensa e positiva... porque se pouco sabemos do dia de hoje... imagina o amanhã.


E ficar com esses pensamentos em desalinhos estão ( e eu me sinto assim as vezes ) vazia... ouvindo o eco de cada pensamento por entre as fibras mais intimas de meu consciente. É como se um pedaço de mim estivesse pedindo sempre um pouco de casa, de colo, de aconchego... de porto seguro .. de algo forte que não viesse de mim mesma.
Mas como Saint Exaupéri uma vez tão bem escreveu.. " o essencial é invisível aos olhos" ... se eu as vezes não enxergo o essencial no outro do meu lado.. com querer que ele me note ?


Percebo nessa fase tão angustiante que a fé vive num conflito constante com a esperança. Um turbilhão de sentimentos ilhados em desalinhos tentam tirar o conforto do minimo de sobriedade que ainda persiste em ser minha hospede. 
Se por um lado esse duelo de gigantes me tritura por outro me fortalece. Porque se eu não for por mim ,... ninguém vai ser. Se eu não cuidar do meu bem estar físico e principalmente mental.. ninguém vai. Se eu não fizer um minimo de esforço para ver um raio de luz dentro dessa escuridão ansiosa... raras serão as pessoas que vão me ajudar a levantar ( quem tem amigos, tem TUDO ). 

É como matar um leão por dia.


Mas vida que segue.... e estou junta com ela kkkkkk  esperando com vontade de escrever as boas novas .... logo LOGO.


Bjs e até o próximo post 
Debby :)


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Talvez..


07 meses desempregada

Hoje está sendo um daqueles dias ... que o post estava em branco e fiquei olhando o movimento do cursor piscando por uns 10 minutos pensando no que escrever. Mas preciso, necessito escrever, algumas vezes, como o ar para poder respirar. 
E se tem uma coisa que venho notado nesses últimos momentos de crise por dentro e por fora de mim. É que a ajuda, o sorriso, o abraço, o beijo, o aconchego vem de onde menos esperamos.
Porque esperamos...

E esperamos muito das pessoas. Talvez porque inconscientemente e até mesmo por uma questão de instinto de sobrevivência (ao meu ver, hoje ilusório) faz bem acreditar na imagem que nossa expectativa criou de alguma coisa, ou de  alguém ao nosso redor.
Esperamos que as pessoas de carne, osso e prováveis sentimentos sejam mais reais, mais tangíveis ao toque, ao tato , a pele ...
Esperamos (eu pelo menos espero e muito) que as pessoas sejam mais tato, mais pele... mais sensação...

E como diz um grande amigo meu.. a vida segue.
Segue, os dias continuam lindos amanhecendo lá fora... as flores, as estações do ano, as tempestades, as calmarias, o mar, o céu, a terra, o ar.. e tudo mais que compõe o contexto de nosso mundo algumas vezes tão desumano, vai seguindo o seu fluxo. Porque é assim:
  VIDA
         SEGUE....


E segue.
Quando percebemos que a pessoa foi mas o perfume, a carta, a roupa ficou.
Quando percebemos a cada novo dia que o passado fica mais presente e o presente vai ficando mais ausente, nos distanciando cada vez mais do futuro ontem sonhado, esperado, almejado.
A vida segue quando nos olhamos no espelho e a verdade estampa nos sulcos de nossas rugas os dias bons ou maus vividos.
Quando o tempo marca no riso ou no choro uma experiência vivida. Um amor correspondido na sua breve eternidade. Onde a falta de açúcar e de fogo, igual a um bom café, fizeram o amor esfriar.
A vida segue quando olhamos 


E assim seguem nossos dias repletos de surpresas.
Mas nossa teimosia espera o cheiro da morte se aproximar para enxergar, para sentir, ou simplesmente notar um mundo belo ao nosso redor. ( isso serve para mim ... eu sei kkk ).
Nosso orgulho espera o tempo passar levando a oportunidade de mudar, de recomeçar, de inventar ou re-inventar alguma situação constrangedora.
Nossa vaidade cala nossa humildade nos dando a ilusão de donos de algo ou alguém.
Mas a vida seguindo vai nos mostrando na dor ou no amor que sem qualquer sentimento oriundo do amor, da caridade .. gentileza. De nada adianta tentar viver em vão.. 


Mas de um coisa eu sei.
Olhando e ouvindo o sorriso de meus filhos....
Ouvindo meus pais me abençoarem sempre que peço a bença aos dois.
Vendo um beija-flor bailar na minha frente.
Ouvindo o sorriso do amor.. seja ele que formato for...
Que a vida é bonita. 
Que tem dias que vou querer sumir, chutar o pau da barraca... rodar a baiana (mais ainda ? kk) ... não querer acordar.. chorar. mas, que vão passar.
Que tem dias que já acordo sorrindo ... com vontade de dançar, que canto no chuveiro... e que também vão passar.

Porque:


Bjs e até o próximo post
Debby :D










Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!