Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

domingo, 22 de outubro de 2017

O reverso da medalha


As vezes fico pensando até onde o arrependimento mata, fere por dentro, transformando a vontade  de voltar no tempo em um futuro melhor. Mas, a certeza de que aquilo que foi dito não pode ser desdito e imagina a desdita.
Como também o que foi feito desfeito..

E com o passar dos dias, vivendo cada gota de dor em alguns dias e em outros ouvindo o próprio sorriso iluminando o riso. Advém a sentença o que esta feito, tá feito.

Feito de agrado ou não, a verdade nos é cruel as vezes quando a bendita desdita é consequência e vem ao nosso encontro de viés desmeritando a causa.


 Desmeritando a causa vem uma tsunami de sentimentos contraditórios por dentro. E as vezes você está numa sala cheia de gente, e o barulho do teu silêncio é tão grande que a única pessoa que consegue te ouvir é você mesmo.
Os dias passam, os meses mas a culpa é um sentimento tão destruidor que as vezes corrói a retina da esperança e você não enxerga as possibilidades que a vida, Deus lhe concede por não se achar merecedor. 

A culpa como divisor de águas precisa fazer você sentir doer tão profundo o arrependimento para tua alma ter certeza de que não precisa, não merece e não vai fazer de novo. É um processo redentor, é quando você começa a entender que o que você ganha ou perde caberá só a você mesmo resolver.
É a self do retorno do jedi ... E ressurgem das cinzas sentimentos abandonados, corrompidos pelos atos, atitudes ou palavras impensadas.
E você aprende a se dar colo, a te acarinhar, a te proteger do mal que você mesmo pode te causar. E a cautela, a prudência renascem juntas com a coragem e a vontade de fazer tudo para não merecer que  culpa ou o arrependimento te corrompam novamente.

E algumas vezes em nossas vidas precisamos passar por este processo pois ele é um profundo aprendizado, é quando a honestidade com você mesmo vem a tona e te defende de tudo que sua emoção, comoção, pena, falta de tato, razão ou maturidade não conseguem afastar de você.
As vezes somos tão cruéis conosco que a vida emana de formas diversas, conselhos em formatos de ombros amigos, frases em para-choque de caminhões, trechos de livros abertos aleatoriamente. E algumas vezes é tão preciso passar por isso ou aquilo para que nossa alma deguste com dor, lágrima, alegria e sorriso o quanto é bom ou não determinada situação. E aprenda! 
É quando a vida exige, pede que sejamos mais humildes.


É quando aprendemos meio que por osmose a nos priorizar. E isso foi o que Jesus ensinou o tempo todo. Mas tudo em nossas vidas, é uma questão de prioridade.. Ele amou todos o tempo todo, o tempo todo ele amou a todos. Sem importar se o apedrejou, se zombou, se riu, se compreendeu, se chorou, se sentiu. Ele priorizou o amor... não esse sentimento medíocre, pobre e acima de tudo interesseiro que alguns de nós como pais e mães estamos passando para nossos filhos.
Aprendemos meio que por osmose que existe algo mais por trás daquela lágrima, daquela dor, daquela perda, daquela solidão, daquela loucura. E existe um ser humano, uma alma ali dentro que sente antes do corpo, que pressente, que luta, re-luta, que intui, que se conectava com o sagrado antes mesmo de ter renascido aqui neste planeta. Uma alma que sofre por não se conhecer a fundo e as vezes por não saber que tem meios de se conhecer. 
E isso é aprendizado, é pegar os livros da vida, ler cada linha, escrever com atos, atitudes e ações novas histórias. Tendo a certeza de que o erro faz parte de todo e qualquer processo de aprendizado.


É quando aprendemos que a vida vai muito além de simplesmente viver. É um legado mágico, único que temos em nossas mãos, um legado pelo qual somos os únicos responsáveis pelas lágrimas e sorrisos. Legado pelo qual somos autores, protagonistas, coadjuvantes mas sempre donos de cada personagem por nós representado. É um legado do qual levamos para além desta mesma vida os sentimentos bons ou não, a impressão que tatuamos nas outras almas, os sorrisos ou mágoas que despertamos em outros corações. E não !
Não é a vida que nos destrói, não é o tsunami ou o choque das placas tectônicas são as nossas escolhas, os nossos sin's e nossos não's. São os limites que impomos ou não.
É quando aprendemos que as vezes o silencio ensina mais que mil palavras. Que algumas vezes não é para ser ou acontecer e que um dia teremos capacidade de entendimento para saber o porque. E que, o não algumas vezes vem de Deus, como um pai justo, amoroso assim como o meu pai, a minha mãe me disseram vários nãos e aqui estou. Desse jeitinho assim, um compendio de regras e limitações, de ponderações, de erros e acertos, de choro e de riso.

E assim minha medalha vai virando, sendo decantada, destilada pelas consequências, modelada, tatuada pelas minhas ações.


 Bjs e até o próximo post.
Debby :-)

sábado, 1 de julho de 2017

De passagem

Imagem: AQUI

Você sabe que eu demoro, demoro mas apareço. kkk
Então a odisseia continua, desempregada 3 aninhos ( tem que diminuir o problema para que ele não tome conta de você né )...

Importante: Estou sem meu computador, e este notebook está com o teclado de configuração de Marte, eu acho,(kkk) então não se espante com os prováveis errinhos de pontuação.

Você também sabe que basta uma imagem, uma música, um outdoor, para que eu venha aqui desopilar contigo.

Algumas mudanças aconteceram em minha vida, entre elas a de endereço.... estou amando o novo cantinho eu, filhos, e marido. Então, para vir para casa passamos pelo aeroporto e a entrada é uma das imagens mais lindas que vejo em Salvador.
Imagem: AQUI


E não tem esse cidadão que não pare para contemplar, respirar fundo e meditar . Bom eu gravei, desde a hora que entrei até o momento de sair, entrei numa espécie de transe. Sai de mim e só ouvia o barulho do vento balançando os bambus, as folhas secas caindo e o barulho do meu moinho de vento, desacelerando para acompanhar aquele momento mágico.
E pensei no quanto estamos aqui de passagem, porque ali naquele momento me vi numa passagem, o vento correndo, o tempo passando e a vida seguindo. Independendo do que eu estava sentindo, do quanto estava doendo, do quanto estava sorrindo, do quanto estava alegre, ou triste a estrada era aquela, o caminho era aquele e a velocidade era o meu conduzir quem dizia, o meu dirigir que ditava as regras, o pulso, a aceleração do quanto e do como eu queria passar por aquele caminho. 
Transformando o carro em meu corpo, sentir flutuar sobre aquele pedaço de chão... e naquele instante sentindo o quanto a vida foi, é e sempre será breve vi o quanto é fundamental o nosso pensar, querer e agir nos momentos e decisões de nossas vidas. 
É quando o que era perde todo o sentido e importância, algumas vezes, pois não pode mais ser, porque simplesmente já foi.
É quando você percebe que o seu silêncio quase sempre te defende, te cura e te salva de algumas situações onde o barulho constrange, mente ou julga de forma indecorosa e injusta.
É quando notamos que nos importamos muito com coisas e pessoas pequenas no verdadeiro sentido do ser, do humano que existe dentro daquele corpo. E que pouco nos importamos com coisas e pessoas grandiosas que nos acrescentam e que continuam sendo nossa gente apesar do que somos, e não pelo que somos.
É quando você sente que existe uma força maior que comanda o universo, que organiza, humaniza, administra nosso planeta de forma ímpar, e é esta mesma força que tenta diariamente nos mostrar que o essencial é invisível aos olhos mas visto pelo coração.




E ali no túnel dessa brevidade que enxerguei a luzinha no final... me emocionei pois senti que é sempre no depois, e não durante que temos as respostas, os sinais, as luzes que tanto precisamos. Sei que é muito fácil falar, mas podemos sim tentar, pensar de forma diferente, querer aprender a sabedoria da arte do esperar, seja lá o que você estiver esperando se for bom e para seu bem o universo vai te ajudar. 
Também penso assim quando o desespero de me ver parada em casa, me sentindo um peso para meu marido que hoje é a única  fonte de renda que temos, as dividas acumulando, e eu tendo que manter a fé dele e a minha, tendo que manter o riso apesar das lágrimas, pois meus filhos sorrindo mantem acesa a chama da esperança, aqui dentro de alguma forma, uma coisa insiste em buzinar em meu ouvido "VAI PASSAR". E eu aqui digo por experiências próprias, a vida é muito mais do que contas a pagar, do que problemas, dificuldades e momentos de insanidade. E Deus nos concede em sua misericórdia pequenos sinais de que ele não nos desampara. 
Imagem: AQUI


E assim estamos sempre de passagem.
E a vida vai seguindo.
Estou de volta depois de longo período de repescagem. 
Mas, antes de ir gostaria de falar com você sobre um site muito legal que andei visitando. 


Site,  Lindas Frases de Amor. Eu adorei, e acho que vocês vão gostar.

Sabe aquela vontade de mandar um cartão pra quem gostamos ou uma mensagem personalizada e muitas vezes não estamos inspiradas (os),pois é, o Site Lindas Frases tem a solução.

O site consiste em compartilhar as imagens com mensagens ou frases para impressionar as pessoas queridas. Tornando cada compartilhamento único, uma vez, que é o único site que disponibiliza a opção de inserir o nome da pessoa, nas imagens e personaliza as mensagens como por exemplo: membros da família, namorados, vizinhos, amigos etc. (isso eu ameiii ), outra coisa, você tem a vantagem de também mudar as imagens, pois, eles possuem  variados modelos de designs.

Cada categoria, possui diferentes mensagens e imagens específicas.

Abaixo segue o link de alguns modelos:




Bjs e até o próximo post Debby :)




terça-feira, 4 de outubro de 2016

É outubro e é rosa


Há exatos 4 anos atrás..
Ela me chamou numa salinha de reuniões no trabalho e disse.
- Agora sente aqui e escute ... eu vou contar sobre a minha experiência com o câncer.

De acordo com o INCA - Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva
O Câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres não Brasil e no mundo, chegando a 25% dos casos novos a cada ano.

Estimativa de novos casos: 57.960 (2016 - INCA)

Número de mortes: 14.388, sendo 181 homens e 14.206 mulheres (2013 - SIM) SIM : Sistema de Informações de Mortalidade IBGE.

Fonte: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/mama/cancer_mama

 AQUI

Podemos achar como todo  bom brasileiro que pode não acontecer conosco. Mas acontece SIM. E precisamos como mulheres tomar mais cuidados com o nosso corpo. Com a nossa saúde. 
Minha cabeça deu um nó enorme... levei papel e caneta para anotações... mas meu cérebro entrou em curto circuito a medida que as "cenas" da vida real da auditora médica Vânia Ventim foi entrando em meu conduto auditivo. Congelei no tempo e no espaço e por mais que tentasse não conseguia me colocar no lugar dela.
 A Vânia é um exemplo de luta e de vida.

E aconteceu com ela.






A Amanda do blog " Diário Câncer de Mama" que super indico a leitura nos fala de uma maneira ímpar a sua experiência:
O câncer mostra um lado da vida que antes não enxergávamos. Só quem passa e quem convive do seu lado sabe. Os minutos são preciosos, os momentos de alegria também. Passamos a escolher a dedo o que realmente importa e quem realmente importa também. Não quero julgar o comportamento ou a reação de ninguém, mas é a mais pura verdade quando dizem que é na dificuldade que vemos quem está do nosso lado. É claro que uns tem mais recursos que outros, alguns não sabem lidar com a situação, mas as vezes esperamos mais de alguns do que de outros que estão de longe, só que mais perto.

O câncer de mama é muito mais que um laço rosa. Não é nada fácil o que vem com ele. Para quem acha que o “cabelo é o de menos”, por exemplo, está muito enganado. Porque você não fica careca antes de fazer essa pergunta idiota? O cabelo importa sim e muito. Somos mulheres e não queremos ficar carecas. É um saco o cabelo quando está crescendo, é um saco usar perucas, lenços, colocar apliques para tentar se sentir mais bonita, ficar sem cílios, sobrancelhas, pois além de não ter mama, não ter cabelo fica muito pior. Essa é a verdade. Também não queremos saber quem morreu de câncer, pois estamos tentando sobreviver e ter esperanças em quem está vivo. E o fulano que morreu, não perdeu a batalha para o câncer, ele somente morreu como todos vão morrer um dia.
Fonte : http://diariocancerdemama.blogspot.com.br/2016/04/desabafo-sobre-o-cancer.html

Nessa tarde de 03 de outubro de 2012 eu me senti meio fora órbita ( além das minhas condições normais kkkkk).  A sensação que eu tinha era que estava sem gravidade.. meus pés flutuavam pelo espaço.
Até que cheguei na minha cadeira, sentei e fiquei olhando para a imensidão da tela do blog em branco observando piscar do cursor. Me perguntando por onde começar. Pelo sentimento, eu pensei num primeiro instante. E se tem uma coisa que o ser humano ultimamente não está sentindo é o verdadeiro significado da palavra sentimento. 
O respeito pelo ser do outro está dando lugar ao pré-conceito, ao julgo, ao achismo.

Mas eu agora não estou aqui para falar do outro .... mas do câncer de mama.

E quando a Vânia finalizou a entrevista com a esperança embutida em toda a sua extensão, eu senti um booommmm aqui dentro. Respirei fundo e vi que ficou legal o resultado. Até onde eu vivi da história da Vânia o que senti de mais importante e fundamental para o tratamento de câncer e seu sucesso é o apoio e amor em família. É a presença, o afeto, o carinho sem o piegas do sentir pena. Não!
Amor incondicional, sincero.. de doação de alma.

Bjs e até o próximo post!

Debby :)














sábado, 13 de agosto de 2016

A Dentista respondeu .... odontopediatria


Ela se chama Aline Sowzer dos Santos Carvalho tem 34 aninhos, ela é odontopediatra de João ( meu caçula).
Foi durante aquele trabalho temporário que fiz numa clinica odontológica que a conheci. Foi simpatia a primeira vista.
E a ideia nasceu da minha santa curiosidade. Pois vi crianças menores com dentes cariados, fazendo tratamento de endodontia, extração de dentes e corri atrás porque antes de ser uma blogueira linda, sou mãe.
Então alguns leitores e leitoras me mandaram perguntas e outros foram ao vivo e a cores mesmo.

Em um mundo completamente lúdico ela espanta o monstro horrível que traumatizou tanto nossos pais e nós mesmos, tiro por mim aqui ! kkkkkk. Conta historinhas, coloca musicas infantis para tocar no consultório. Deixando a criança completamente a vontade.

Mas vamos lá!
Puxe a cadeira e sente, pois, a minha dúvida pode ser a sua e vice-versa.

1)   O que fazer para aliviar a angustia do bebê durante a fase de erupção dental?
      Pergunta: Ana Carolina de São Paulo

Dra Aline:  Podemos oferecer alimentos fibrosos e mordedores para a criança morder. Eles funcionam como uma espécie de massageador da gengiva que aparenta uma leve inflamação, normal, devido ao processo de erupção dentária. Alimentos frios também podem ajudar, pois o gelo é anti-inflamatório natural. Aqueles mordedores que contém agua em seu interior podem ser levados a geladeira e oferecidos as crianças gelados. Lembrando que gelado não quer dizer congelado... O gelo pode ocasionar queimaduras.


1       2) Qual a melhor idade para levar a criança ao dentista?
           Pergunta: Carla Santos Nunes - Curiacica
    
     Dra. Aline: Digamos que desde a barriga da mamãe, rsrsrs... Assim como o pré-natal médico feito durante a gestação, a gestante deve fazer o pré-natal odontológico. Nessa consulta, além de cuidar da saúde bucal da futura mamãe, o dentista deverá orientar sobre os cuidados com saúde bucal do bebê. Ao surgir os primeiros dentinhos na cavidade bucal do bebê, que ocorre por volta dos 6 meses, ele já deverá frequentar o consultório odontológico e nessa consulta o dentista fará novas orientações. Salvo raras exceções, o bebê já deverá ir ao dentista antes dos 6 meses, como é o caso de crianças que já nascem com dentes (dente natal), ou em caso de doenças como o “sapinho” (candidíase).

          3) Qual a relação da alimentação com a cárie dentária?
           Pergunta: Carlos Antonio - Mogi das Cruzes 

Dra Aline: Uma alimentação rica em açucares/carboidratos favorece o surgimento da cárie.

3      4) Existe algum creme dental que a senhora indicaria?
           Aridiane Tosta : Mountain View - Califórnia 

Dra Aline: A recomendação da Associação Brasileira de Odontopediatria e da Sociedade Brasileira de Pediatria é que desde o primeiro dentinho a escovação já seja realizada com creme dental fluoretado na concentração entre 1000 e 1450ppm de flúor. Qualquer creme dental que tenha essa concentração de flúor está indicado para escovação da criança. Normalmente indicamos o creme dental infantil por ter sabor mais agradável e ser menos abrasivo.
O creme dental com flúor deve ser usado forma responsável, por isso consulte o dentista para orientações de uso e esclarecimento de dúvidas.

         5) Qual a idade indicada para começar a higiene bucal de meu filho que tem 2 anos de idade?  M. C. - Salvador (em nossas vidas respeita a sua privacidade)

Dra Aline: A higiene bucal deve ser iniciada desde o nascimento do primeiro dentinho, que ocorre por volta dos 6 meses de idade. Orientamos que durante a fase de ausência de dentes a boca da criança já seja manipulada, podendo ser higienizada com uma gaze limpa e úmida em água filtrada para que ela acostume ao toque e manuseio da região. No entanto, a recomendação expressa de higiene bucal na criança se dá ao nascimento do primeiro dentinho.

        6) A senhora poderia explicar como acontece a cárie de mamadeira?
                 Janaína de Assis - Rio de Janeiro


Dra Aline: A cárie de mamadeira, atualmente chamada cárie de acometimento precoce, acontece da mesma forma que a cárie dentária, uma doença infecciosa, que pode acometer o paciente em qualquer idade. É chamada de cárie de mamadeira porque esta é uma das principais formas de alimentação em bebês, no entanto também pode acometer crianças que mamam no peito. A cárie está relacionada a diversos fatores, mas principalmente a presença de dentes na cavidade bucal (se não existe dentes, não existe cárie), a exposição de longos períodos ao substrato cariogênico (dieta), uma má ou ausência de higiene bucal. A saliva também é um fator que pode favorecer o avanço ou não de cárie. Então, quando a criança se alimenta principalmente durante a noite/madrugada e não higieniza a cavidade bucal, o líquido proveniente da amamentação (leite materno, fórmulas infantis) permanece em volta dos dentes e bactérias presentes na cavidade bucal se utilizam desse substrato como nutrientes, produzindo ácidos que desmineralizam a estrutura dentária, provocando lesões e cavidades, formando a cárie propriamente dita.


P A U S A  I

Sabemos que os dentistas causam verdadeiros arrepios em algumas almas.. a minha é uma delas kkk. O que pude perceber em pouco tempo de convívio na clinica é que NÓS PAIS SOMOS CULPADOS na maioria das vezes seja pela negligência em relação a higiene bucal de nossos filhos, seja pelo nosso comportamento quando nosso pequeno demonstra pequenos sinais de medo ou insegurança. Hoje enquanto adultos afirmamos que não dói, que vai passar que é uma dorzinha, picada de formiguinha e etc. Mas a verdade é que dói sim, incomoda sim e algumas vezes dependendo do profissional dá medo sim. Nossos filhos precisam sentir que somos suas fortalezas, seus portos seguros...eles precisam fechar os olhos e ter certeza de que estaremos ali quando abrirem os olhos.


Testemunhei uma mãe fazendo uma verdadeira sessão de terror.... ( " Fulana se você continuar a chorar vou embora e te deixo aqui sozinha !!") . Imagina !!! Tudo bem que algumas crianças se não fossem minhas filhas eu dizia que era pelo escândalo que faziam kkkkkk

C O N T I N U A !!!

7) Meu filho range muito os dentes e a dentista mandou procurar psicólogo!!.. ???
 Maria Luciana Rocha Andrade - Salvador Bahia.
    Obs: Eu (Debby) sempre tive dúvida se ranger os dentes e bruxismo é a mesma coisa e peguei o gancho da pergunta da leitora


Dra Aline: Ranger de dentes em crianças na maioria das vezes não é bruxismo e pode estar relacionado a diversas causas, dentre elas, alimentação, processo eruptivo, transtorno psicológico. Uma alimentação basicamente líquida e pastosa promove uma baixa estimulação da musculatura e dos proprioceptores da mastigação, sendo o ranger de dentes uma forma de compensação do organismo. Uma alimentação mais fibrosa favorece um maior trabalho da musculatura, podendo diminuir o ranger de dentes. Com relação ao processo eruptivo na fase de erupção/surgimento dos dentes na boca, seja na dentição decídua (dente de leite) ou permanente, o ranger de dentes, está relacionado ao estranhamento de um novo componente na cavidade bucal e pequeno processo inflamatório fisiológico da erupção dentária quando na dentição decídua, e ao processo de esfoliação/perda dos dentes quando na dentição permanente. Uma alimentação fibrosa também deve ajudar. Já o transtorno psicológico normalmente se dá quando a criança está passando por uma situação nova, conflitante, como por exemplo, separação dos pais, início da fase escolar, chegada do irmão, e que necessita de uma intervenção do profissional psicólogo para orientar a criança e sua família. O Odontopediatra na anamnese deve investigar tais situações e realizar o exame clínico para se certificar qual a causa do ranger de dentes no paciente infantil.




E aqui Doutora Aline com meu filhote João Victor




" Lembrando que esta entrevista não substitui uma consulta  com Odontopediatria. Procure um especialista para maiores esclarecimentos."  Diz a Dra Aline


Ela atende nos seguintes endereços:

Clube do Sorriso
Rua Laura Costa 170, Vila Laura - Anexo a Clinica da Família
(71) 9169-0214
(71) 4101-9270

 https://www.facebook.com/clubedosorrisoodonto/?fref=ts


Clinica Odontológica Dra Silvânia Rocha
Largo dos Mares, 3 sala 202 - Mares Telefone.: 71 3019-8911       
Centro Odontomédico Itamaraty, Sala 1208 Av. Anita Garibaldi, nº 1133, Federação - CEP 40210-750       
Telefone: 3052-1880, 993471452 (TIM), 98453-7700 (Claro), 99619442 (Vivo), 98819-2467 (Oi) 



Bjs e até o próximo post
Debby :)


terça-feira, 26 de julho de 2016

A doutora responde.... odontopediatria :)


Olá

Dando inicio a série de postagens sobre família. Educação e saúde.
A dra Aline Sowzer é odontopediatra e vai responder todas as nossas dúvidas sobre a saúde bucal de nossa prole.

Portanto, puxe a cadeira e mande suas perguntas... aqui mesmo nos comentários ou no meu e-mail: debora.acacio@gmail.com


Bjs e até o próximo post.


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Vida seguindo




Eis que tem dias que me dá uma vontade louca de escrever... escrever sobre tudo que está ao meu redor fazer da vida meu próprio diário. A vida continua seguindo, o contrato temporário findando e a esperança crescendo a cada novo dia. Conversando com Deus diariamente, desisti de pedir todos os dias e fazer do meu tão sonhado futuro emprego uma ladainha. E continuam seguindo dentro de mim os sonhos, as preces, os desejos, os planos e metas pós futuro emprego. 
E seguindo os pensamentos vão fluindo como todo bom sentimento oriundo de nossos corações devem fluir. 


E fluindo vou seguindo, dia após dia. Tentando ao máximo fazer do meu próximo a verdadeira escola da vida e do espírito. Aprendi aqui nesses meses com a Rose (vulgo: Roseli) que é auxiliar técnica bucal de nossos dentistas que a vida na maioria das vezes precisa ser muito "sorrida" é kkkkk de sorriso mesmo!
Rir com prazer ... não levar tão á sério os motivos que me fazem entristecer. Procurar transformar as emoções e reações negativas em positivas.
Humilde, ela com o sorriso inicialmente tímido vai conquistando seu espaço, reconhecendo os erros e enaltecendo nos acertos. Uma disposição linda para ensinar o pouco que sabe e outra maior ainda para aprender.

E fluindo vou seguindo acreditando que Deus está me reservando "o emprego". Fazendo a minha parte. Currículo quase de porta em porta. De boca em boca com indicações amigas. É certo que o coração aperta quando vejo no noticiário o desemprego no Brasil só aumentando. Mas a esperança sendo  renovada a cada amanhecer.


E amanhecendo... vou esperançando!
Do verbo esperar... esperar com fé, alegria. 

E como diria o Eduardo Tevah... ser feliz precisa ser um hábito.. parar de reclamar uma meta.



Vale a pena assistir, refletir.... e depois assistir novamente

Bjs e até o proximo post
Debby :)



quarta-feira, 18 de maio de 2016

Quem é ela?


Quem é ela ?
Fiquei me perguntando hoje pela manhã.
Por algum motivo fiquei sem dinheiro trocado para pagar o ônibus, tinha notas grandes e aqui em Salvador são raros os cobradores (trocadores) que trabalham bem humorados e mais raros ainda aqueles que podem fazer a gentileza de dar um troco maior.
Então fiquei olhando as pessoas no ponto e minha intuição me levou até uma senhora  e perguntei:
- A senhora (mostrando a nota ) poderia fazer o favor de destrocar essa nota de R$ 50,00?
O sorriso dela e a resposta positiva me fez acreditar e ter esperança de que ainda existem pessoas boas.
Mas ela disse com uma expressão sentida que só tinha nota grande mas que iria pagar o valor da minha passagem. Eu (constrangida e emocionada) disse que não precisa. Foi quando ela pegou dentro da sacola um saquinho repleto de moedas e plea quantidade tinha algumas vezes mais o valor que me seria necessário. 


Ela disse:
- Oh filha! nesse mundo cão " quem não nasce para ajudar, não serve para nascer" (com certeza não foi assim, mas foi bem parecido)
Meus olhos ficaram cheios d'água quando vi tamanha bondade naquele coração.
Peguei o que precisava e devolvi o restante a ela.
Nos despedimos!!!

Mas era um coração bom que com certeza a vida irá retribuir em dobro aquele ato caridoso e recheado de bondade e humildade.
E fiquei olhando ela sumir da minha visão quando me peguei orando, agradecendo a Deus por ter enviado aquele anjo.
Fiquei me peguntando quem é ela ?

Bjs
Debby :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!