Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Deixa fluir



Participei de um congresso essa semana e um dos palestrantes (Jaime Nogueira da Gama) foi fantástico, sem desmerecer os outros, claro.
Não por ele ser o superintendente coorporativo de TI da empresa onde trabalho (kk)
Mas sempre que tenho oportunidade de assistir uma palestra dele nunca saio da mesma forma que entrei. Alguma coisa muda dentro de mim.
Fanática por leitura anotei todos os livros que ele indicou.
Como estou querendo bolar uma estante de indicação de boa leitura aqui no blog. Depois posto todos os livros indicados.
O tema do congresso foi voltado aos profissionais da área de TI (Tecnologia de Informação), mas se você tem um q de propensão a mudanças e inovação e não é um profissional de TI com certeza você iria se encontrar em algum momento.
Durante o coffe break, para a galera que queria ficar na sala, ele deixou rolando clips(tema musical) maravilhosos, nossa eu achei fantástico, começando pelo meu filme perfume de mulher (amei Gama) ,  Romeo e Julieta, Casablanca (meu clássico) entre outros.
Em um de seus temas falava da dificuldade que algumas pessoas possuem para mudar. Seja em que sentido for. Indicando para leitura o livro de Ramesh Balsekar – Deixe a vida Fluir.
 
E nesse instante meus botões fervilharam porque falando em quebra de paradigmas( padrões a serem seguidos) onde precisamos além de coragem, de muita força de vontade e acima de tudo criatividade, disposição e tino para inovação.
Pelo pouco que andei vendo desse livro na questão do desafio que o novo nos impõe, traz a tona questões que nos fazem ter uma compreensão mais profunda com relação a vida.
Outro livro que já está minha fila de leitura que ele também indicou é o "Imunidade a mudança" de Robert Kegan.
 

Acredito que esse livro venha a responder uma pergunta que me mata por dentro.
As pessoas podem realmente mudar?
Olha esse trecho que pesquei no sumário dele
"Se você chegar a sentir que a resposta à nossa segunda, e mais difícil pergunta também é sim, a mensagem central deste livro – as pessoas podem mudar – ganhará duplo significado para você: sim, as pessoas – mesmo adultas – podem fazer melhorias significativas em áreas específicas em que já haviam tentado muitas vezes e sempre fracassado; e, sim, mesmo “adultos” podem continuar desenvolvendo sistemas mentais mais complexos, análogos às transformações da infância para a adolescência, possibilitando uma percepção mais penetrante, mais responsável e menos egocêntrica da realidade."
 
Ele finalizou a palestra dele com frases maravilhosas e todas de efeito, lógico!kk
 
Mas tinha que ser como ele: Fernando Pessoa
 
 
 
Então divirta-se e boa leitura.
Bjs e até a próxima
Debby :)

Algumas vezes é preciso


Ultimamente meus dias estão sendo protagonistas do clássico.."Um dia daqueles !" kkk
E é justamente em dias assim que eu percebi que existe momentos em que a coragem só pega no tombo mesmo. Principalmente se você tiver medo de se jogar por completo no novo.
Que eu precisei sentir a mesma dor do outro para ver o quanto dói, o quanto a lágrima precisa ser sentida para que eu possa dar valor a tudo que vem de Deus e consequentemente do outro.
Algumas vezes é preciso ter a sensação de sentir-se remando, nadando se desgramando (kk) contra a maré para que eu possa não só valorizar, mas principalmente saber aproveitar os meus dias de calmaria.

Algumas vezes é preciso sentir medo. Deixar ele te invadir por completo pois é o medo que aciona as nossas valvulas internas de segurança, a nossa intuição e principalmente alavanca a coragem de ir ou de ficar.
Algumas vezes é preciso se deixar levar pelo momento. Captar com prudência e cautela os sinais que a vida e o universo a todo instante nos trazem. Tentar tirar de nossas mentes, de nossas memórias todo lixo que provém de um passado quase sempre morto e certo de não ser repetido, de não ser vivido.
Algumas vezes é preciso deixar a água limpar por dentro para podermos respirar mais tranquilos, para que possamos dar espaço para novos momentos, novos sentimentos para que possamos simplesmente re-fazer. Ainda que seja a mesma coisa mas com outra atitude.

Algumas vezes é preciso chorar, sorrir. Sentir!
Então se for para chorar, chore tudo que o seu intimo pede. Extravase, se for como eu de uma maneira muito intensa... que chore então por dias, por meses. Mas não deixe um sentimento indefinido, uma sensação mal sentida (?) essa que não nos permitimos sentir ao extremo, por inteiro, por completo, não deixe para o dia seguinte. Porque acumula, pesa.
Algumas vezes percebo que chorar é válido mas ficar triste, estou aprendendo a contar duas vezes, porque quando coloco na balança os motivos, as pessoas e os momentos que me causam alegria ganham disparados. Mas tem momentos em que estando triste percebo o quanto sou e vou continuar batalhando por dias melhores, vou continuar indo em busca de tudo que tenho de melhor, porque é o que me causa orgulho, é o que me traz alegria, é o que me atrai para você, para ele ou ela. É o que me faz ter a sensação indefinida e altamente prazerosa de ser e fazer a diferença.
Acreditando ser o que existe de melhor para deixar para os meus filhos. Esse caminho algumas vezes doloroso e outras maravilhoso, de buscar a si mesmo.
Lembrando que ainda estamos no mês de Outubro, o mês da consciência e da prevenção ao câncer de Mama.
Se você ainda não conhece a história emocionante da minha amiga Vania Ventim e sua experiência com o câncer de mama, leia aqui em baixo:


Bjs e até a próxima
Debby :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!