Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

De repente 40

Algumas vezes tudo acontece tão de repente em minha vida que me vejo sem tempo para pensar em alguns porques. 
De repente vejo meu João crescendo e chegando rápido, na velocidade da luz kkk, aos 2 anos e 8 meses de vida. V I D A !!!
Tiago cada dia se comportando e se mostrando como um homem me enchendo os olhos de lágrimas e o peito de orgulho. O R G U L H O !!!

De repente surge lá no fundo de mim aquela sensação um pouco deprimida de luto.
Mas sinto sim, que algo deveria ter ido já e a muito tempo, ter de certa forma se rompido  dentro de mim.
E é quando meus próprios sentimentos e sensações me ensinam que tem dias que vou sorrir e outros vou chorar, que vou ficar alegre e outros tristes. Mas que cada um deles precisam passar por mim, pois naquele momentos são meus.
É quando hoje se mostra como resposta a algumas perguntas minhas que ontem ficaram de alguma forma em branco.
É quando hoje vivo os efeitos de tudo que fiz e que escolhi ontem.
E de repente me vejo sentindo o mesmo sentimento bom de antes mas de formas e com sensações totalmente diferentes, algumas reações em mim se apresentam novas e o novo me amedronta. M E D O !!!
Mas por um lado me excita a adrenalina  acelera o pulso, o tom da minha vida toma outro rumo, meus sonhos ganham novos sentidos com gosto tangível de realização em algum lugar aqui dentro de mim.

De repente vejo 40 anos da minha vida batendo de frente em meu peito, chacoalhando minha alma, brindando comigo cada vitória, chorando comigo cada lágrima e me inflando os pulmões de novos ares.
Vejo o medo, o pré-conceito que eu mesma tinha desse númeral em anos de vida descer ralo e ladeira abaixo. Porque hoje eu estou vivendo o dia mais especial da minha vida.. 40 anos de minha existência.
E é uma das sensações mais maravilhosas que eu possa ter experimentado, essa de sentir plenamente não o peso, mas a plenitude de estar quarentona kkkkk

De repente meu olhar para a vida tem outro prisma, o enxergar se torna mais profundo e tudo abslutamente tudo tenha e precise de certa forma fazer algum sentido.
Me fez entender que não é o meu rosto mas as expressões que trago nele, que não é a minha boca mas as palavras que dela saem, que não é um corpo e um conjunto de carne e osso que é atraente mas tudo que tenho por dentro que compõe ele.
E vamos brindar .... kkk
Vamos comemorar, um feliz aniversário para mim e para você...
Porque todo novo dia é para se renascer.
Bjs e até a próxima.
Debby :)


sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Por que o João está roendo unhas?




Assim que percebi fiquei um pouco preocupada porque ele está roendo (e muito) as unhas. E como a mamys aqui roia até pouco tempo kkk (e na minha falta de conhecimento cheguei a pensar que fosse meio hereditário) cuma?
Isso mesmo!!
Até que lendo aqui lendo ali descobri que a onicofagia que é o apelidinho científico para este comportamento, é normal entre as crianças a partir dos 3 ou 4 anos de idade. VEJA AQUI.

E descobri que, da mesma maneira que eu fico de certa forma "aliviada" quando estou um pouco tensa ou nervosa com alguma coisa (geralmente relacionada ao trabalho) quando estou roendo as unhas. O mesmo acontece com o meu pequeno.
A diferença é que nessa idade as crianças costumam imitar os hábitos de pessoas de seu convivio (ou seja euzinha sou um péssimo exemplo!!!) como essa imitação geralmente é temporária com o tempo eles param.

Mas olhando as unhas do meu pequeno John fiqui com uma certa dó porque ele fica roendo e para de repente para sacodir a mãozinha (porque eu sei que está doendo, já passei e muito por isso), comecei a ler sobre o assunto e ver o que podia fazer para amenizar ou incentivar meu pequeno a parar mesmo.

Bem parti do princípio de que o exemplo (péssimo kk) está sendo o meu. Resolvi parar.
Que luta gigantesca porque desde que me entendo por gente que me pego de vez em quando roendo as unhas., Então parei mesmo.
E não é que estou gostando do resultado ?

Mas voltando ao meu pequeno Jonh.
A primeira coisa que fiz segundo as minhas fontes de pesquisas foi conversar com meu Jão explicando de uma forma que ele entedesse que roer unhas é feio e que machuca os dedinhos dele. E mostrei os dedinhos machucadinhos..

Ele adora assistir desenhos e é justamente o período em que ele rói unhas. Então nada de chamar atenção de forma rigida ou dar tapinhas (ohh coisa chata isso viu ??? kkk ) na mão dele.
Resolvi investir em brincandeiras que chamassem a atenção dele e que movimentasse mais as mãos..ele ama bola e carrinhos. Então lá vamos nós bater bola ou brincar de carrinhos no meio da sala. POsso estar cansada como for quando chego do trabalho, mas faço tudo para ver meu pequeno sem roer unhas.

Bem, espero ter ajudado você caso seu bb também esteja nesse mosmo processo.
E se você tiver alguma outra dica por favor aguardo sugestões.

Bjs e até a próxima
Debby :)






quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Vai jogar fora?? Pense duas vezes


Gosto de ficar lendo os blog's alheios sobre decoração, jardinagem, reciclagem, sustentabilidade e etc. 
Então lá na Luma, vi esse link do Ecoblogs... e pronto!!! 
Fiquei encantada com essas novidades (?) sim, para mim são novidades maravilhosas pois a um certo tempo atrás, pode apostar que eu jogaria tudo fora sem pensar.
Mas pensando bem porque não re-utilizar de outra forma de outra maneira?
Olha essas idéias com bombinas de cabos em vários tamanhos.




Sabe aquele basculante velho ???
Olha ele aqui....
 



E lá no blog do Rodrigo Borba você encontra todo o passo-a-passo
Se você tem seus bichinhos olha que massa?

Então está esperando o que?
Arregaça as mangas e mãos a obraaaaaa !!! kkkk

Bjs e até a próxima
Debby :)

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

A menina do Vale


Voltando ainda aos pequenos nadas.
E para você saber mais sobre esse projeto maravilhoso que se você quiser pode mudar a sua vida de alguma forma é só clicar imagem acima.

Bjs e até a próxima
Debby :)

sábado, 18 de agosto de 2012

Pequenos nadas e a ressônancia na BCAP - amor aos pedaços

Quem assistiu Querido John  gostou, mas quem leu o livro se apaixonou pelo romance, chorou e também riu com o autor.
Notou uma série de pequenos nadas que são enormes, que possuem grandes significados e que muda tudo em nossas vidas. 
Como uma amizade cresce e no pequenos nada gigantesco do carinho se transforma em namoro.
Como um namoro cresce e nos pequenos nadas gigantescos da saudade, da renúncia se transforma em amor, em fidelidade. Em grandes momentos.
Um pequeno livro algumas vezes nos causa profundas mudanças.
E o que é uma saudade se não pequenas recordações que nos trazem o sorriso sem pedir licença e as lembranças invadem aos montes as nossa memória?
E o que é o viver se não pequenos momentos compostos de pequenas escolhas, de pequenas decisões ? Mas que mudam por completo e algumas vezes por definitivo uma vida.
Temos a enorme mania de querer viver tudo tão aceleradamente que não percebemos os detalhes, aquelas letrinhas pequenas em um contrato que algumas vezes nos dizem se vai ser legal ou não seguir adiante.

Percepção é quando você desperta para algo, alguém ou alguma coisa e capta o seu valor verdadeiro (esse que vem de dentro e não se compra com dinheiro) e ai você se encanta
 E N C A N T A M E N T O
Então você decidiu, escolheu e se jogou por inteiro (ou não), por completo (ou não) mas simplesmente viveu um pequeno nada da sua decisão e se deu certo ótimo.
Mas algumas vezes não dá!!! 
E ao você aprende que em todas as suas escolhas metade pode dá certo mas e a outra metade (??) não! E dai você percebe, sente o que é o desencanto
 D E S E N C A N T O
Mas, nos pequenos nadas diários querendo a gente enxergar ou não, a vida continua, ela segue seu curso. E se decantando assim como um bom e velho vinho você percebe que as experiências (boas ou não) fazem parte de você e te ajudaram a ser o que você É, hoje.. aqui e agora. E agora o sorriso desponta, a tristesa foi com o tempo expurgada.
E lá no horizonte vários pequenos nadas como vagalumes brilham na tua frente reluzindo em forma de esperanças.

E S P E R A N  Ç A
Então?
A  esperança chegou, em forma ou não de amor, mas você viu... sentiu..chorou e sorriu as nuances esses pequenos nadas que dão mais significado a nossa forma de querer, de pensar, de amar e de viver daqui para a frente.
Sim e agora ?????

 Q U E S T I O N A M E N T O
Agora se você não se perguntar quem vai te responder?
E é nessa busca, nesse catar de caquinhos nossos que nos conhecemos, que re-aprendemos sempre alguma coisa. Que nos percebemos e (assim espero kkk) que nos valorizamos mais
e percebemos que nesses pequenos nadas estamos nos apossando estamos nos reinterando.

R E I N T E G R A Ç Ã O
Então vivemos todas essas fases na blogagem coletiva amor aos pedaços, que conheci no blog da LUMA.
Esse é um ensaio para a sexta fase dessa blogagem se quiser saber mais no blog da Rute, você vai entender como funciona.



Bjs e até a próxima
Debby :)


Ps..Alguém um dia disse em algum  lugar: A vida é feita de pequenos nadas.


 

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Fala! Projeto Fala Escritor


Clica na imagem e confira um dos eventos literários mais poéticos que Salvador Já viu !!

Bjs
Debby :)

terça-feira, 14 de agosto de 2012

No outro dia.. + Arquivo Blog Confidencial

Passada a sensação de ontem.
Queria dizer que...
Acordei com o sorriso iluminado do Jão abrindo meu olho dizendo:
-Coda mamãe, codaaaaa
Imaginou ???
É a sensação mais alegre que tenho todos os meus dias, abrir os olhos (morrendo de sono ainda! rs rs)  ver aqueles cachinhos dourados e aquele sorriso mais que iluminado bem na minha frente.
Então vem o Tiago e me diz:
- Mãe feliz dia dos pais!

Gentem se eu começar a escrever sobre isso choro eu e vai chorar você..
Mas aqui estou dando continuidade ao arquivo blog confidencial.
E não podia deixar de ser diferente.
Acho que sou a única a ter 3 pais, assumidamente e tão de graça! rs
Um é o primeiro casado com minha mainha essa abraçadinha com ele na foto a D. Alice... quem me colocou no mundo, me dando as noções do que é certo e errado.
Por mais atrito que a gente entrasse  ele sempre dizia:
- Faça o que eu mando mas não faça o que faço!!!
Pode ???
Não né?

Então, pai me perdoa mas esse é chavão mais mediocre que ouvi em toda minha vida kkk.
Ele é o mesmo Zé trovão lembram ??? Ana Raio e Zé trovão ??? kkk
É o Sr Reinaldo que fazia correr léguas os pretendentes das suas duas filhas.
Nascer primeiro tem muita vantagem mas também muita, muita desvantagem.
A primeira e maravilhosa vantagem é aprender na tora, nos peitos a lidar com o ciume. E no meu caso foram 3 episódios maravilhosos de Ciumes. O primeiro deles chama-se Cristiane (e até hoje ainda sinto algumas doses homeopáticas dele rsrs) o segundo (e primeiro homem da turma chamava-se) Reinaldo Júnior e o último e até hoje pupilo de mainha e de meu pai chama-se Marcelo.
Se eu for desfilar meu rosário de gratidão ao meu pai sei que ele (além de não gostar muito) vai chorar horrores.
Então pai, vou te fazer rir viu ?
Afinal essa é a intensão do arquivo blog confidencial.
E lembro como se fosse hoje quando Tiago nasceu no dia 01 de abril de 1995 (filho desculpa, sei que você não gosta, mas não posso mentir sobre a sua data de nascimento né? rs), era um dia de sábado e fomos eu e mainha para a maternidade porque o Tiago estava tendo pressa para nascer. Então! estou eu quase, QUASE dormindo ainda sob o efeito da anestesia quando ouço os gritos ( isso mesmo GRITOS) de meu pai pelos corredores do hospital.
-- Eu quero ver meu neto.
E o segurança atrás dele.
- Mas Senhor, seus trajes... (coitado desse moço! rsrsr)
- Quero ver quem vai ser homem de me impedir de entrar e ver meu netoooo (já chorando )

Pausa.
O hospital onde o Tiago nasceu faz parte do grupo onde hoje eu trabalho ... (Pai, já pensou se trabalho na promédica nessa época ??? o kink kong que eu pagar por sua causa !!??? rs rs)

E meu pai com trajes de banho (bermudão e camiseta regata ) e o alcool saindo pelos poros.
Bem, nesse dia eu ri mas ri tanto que depois chorei de cólicas por causa das gases.

Difícil e acho que já disse aqui antes foi a familia acreditar que o Tiago tinha nascido porque primeiro de abril... era primeiro de abril e Marcelo meu irmão é a pessoa mais gaiata que conheço.
Quer dizer a lista é imensa, meu primo o amarelo lembram ?? quem o diga.

E com ele aprendi que:
Ninguém é perfeito.
Que não posso julgar nada, absolutamente nada de quem quer que seja.
Que a vida do outro é e sempre será meu melhor e maior educandário.
Que em momentos de raiva o silêncio será sempre a minha melhor resposta.
Que por mais que eu tente nunca vou agradar 100% alguém
E que antes de agradar alguém é absolutamente necessário que eu me agrade.

Olha pai quanta coisa boa aprendi e ainda aprendo com você?

O outro é meu padrinho esse do sorriso que falo aqui no meu perfil.
O meu Tio Clóvis... Ahh Tio vou dizer seu nome sem sua autorização porque te amo de todo meu coração viu ?

Que é dono de um dos primeiro desabafos pela minha alma já destilado.
Que é pai da minha prima C.. aquela dos pássarinhos do meu avô lembram ?
E das outras duas primas C e C. rs rs
Quando voltei do Rio Grande do SUl completamente arrasada, triste... no pior de mim. Catando meus pedaços com minha alma literalmente aos frangalhos foi dele que ouvi essa frase:
- Filha você sabe que pode contar com seu padrinho para qualquer coisa.
E repetiu.
- Qualquer coisa.
Ai tio desculpa, sei que o senhor deve estar chorando mas ouvir isso nesse momento o senhor talvez não saiba. Mas foi a melhor coisa que ouvi quando aqui cheguei, da forma e como cheguei.
Principalmente por estes dias.

Eu deixei aqui em um canto de mim... um amor que eu tanto quis, que muito lutei, que fiz de tudo para virar realidade mas sei que não passou de um conto de fadas e quando essa certeza se torna realizade dói e muito. Mas passou né ?

E com o senhor eu aprendi
Que nesta minha vida estarei sempre aprendendo.
Que as vezes a gente paga um preço muito alto para conquistar um sonho, mas que vale a pena
Sempre valerá a pena quando ele nasce do coração.
Que por mais que a gente queira mudar as pessoas são individuos únicos, cada um na sua individualidade, no seu infinito particular, algumas vezes cruzam nossos caminhos simplesmente para nos ensinar a amar e não para necessiariamente nos amar na mesma intensidade.

Obrigada Tio
Te amo de todo meu coração e um feliz dia dos pais hoje, amanhã e depois e depois.


O outro eu literalmente adotei
É!
Adotei a pulso, a força e de tanto chama-lo de papys... ele se assumiu meu pai.
Amo-o como um pai desde o primeiro instante em que o vi.
Num aperto de mão lá no LEEA - Lar Espirita Edgar Armond (Lembra?)
E ele disse:
- Futura trabalha do LEEA..

E fui.. rsrs
Os dias se passaram , alguns anos. 
E quando mostrava a ele meus trabalhos literários ele sempre, sempre me dava a maior força e até hoje (fato que ele não sabe) guardo comigo num pedaço de papel um lembrete dele dizendo que se eu continuasse me empenhando e escrevendo com o coração e com afinco um dia ele ainda iria ler um livro meu.
Mas em cada modesto elogio uma critica humilde mas altamente construtiva para que não  perdesse o foco e o exemplo de Jesus.
Sim...
Com ele conheci e me aprofundei (um pouco) com a doutrina espírita que tanto gosto e tenho afinidade, a só Deusa sabe o quanto em meus momentos de agonia e também de alegria a imagem dessa pessoa vinha em minha cabeça.
E fui...

Fui para o Rio Grande do Sul e quando voltei ele foi a segunda pessoa para quem eu liguei assim que aqui na minha Bahia pisei. Sabe daquelas pessoas que sempre está na hora certa, no ,lugar certo ??? e que a humildade é tamanha que nunca aceita quando a agente diz que é uma pessoa de bem , que tem um coração enorme, que consegue como poucos (que eu conheço) ouvir os sussurros de Deus e transcrevê-los de forma tão suave, tão branda que emociona ?
Foi no lançamento do livro dele que fiz essa paparicação toda aqui, afinal não é todo dia que a gente recebe um livro autográfado e autor já famoso na rede literária é nosso papys né ? kkk 
E com ele eu...
Aprendi a nunca desistir de um sonho meu.
Que o silêncio algumas vezes será sempre a minha melhor resposta
Que algumas pessoas surgem em minha vida para testar sempre a minha fé em Deus, ainda que seja sangue do meu sangue.
Que eu não vejo e não toco Deus mas a fé que tenho por ele é tamanha que não preciso de provas bastanto olhar a natureza ao meu redor e tudo aquilo que as mãos do homem não cria.
Que aqui eu faço e aqui eu pago hoje, amanhã e depois.
Que eu nunca estou sozinha por mais que a minha solidão tente me fazer acreditar o contrário.

Papyssss III eu te amo desde meu sempre e saiba que agradeço a Deus por você fazer parte do meu caminho viu ???

E longe desse lance puramente comercial e capitalista de dia dos pais , todo segundo domingo de agosto, segundo domingo de maio, 12 de outubro.
TODOS OS DIAS É DIA DOS PAIS, DAS MÃES, DAS PÃES (os dois juntos), DAS AVÓS, DOS AVÔS, DOS TIOS E TIAS, DOS PRIMOS E PRIMAS...MEU, SEU , DELE, DELA  etc etc.

Enfim todo dia é um dia especial para mim ou para você, bastando a gente deixar a criatividade fazer e acontecer.

Bjs e até a próxima
Debby :)

domingo, 12 de agosto de 2012

P A I


Desde a quarta-feira estava sofrendo um duelo gigantesco aqui dentro. 
E desde que eu recebi o primeiro comunicado da escola do João pedindo uma foto dele com o pai para colocar numa camisa.
Digo e repito para você ai ... quem está de fora e longe do próprio umbigo é muito fácil opinar, julgar ou algumas vezes ofender. Mas é o seu momento de ficar triste, de sentir aquele vazio que só quem é mãe solteira sente, de se perguntar porque nem nesse dia o seu filho não atende um telefonema ou não recebe pelos correios uma carta do pai dele. Então encare a SUA dor, curta até o fim essa sensação... porque com o passar dos dias e dos meses você percebe que diminui essa aflição porque você sente nesses momentos antes de ser mãe, você percebe que muito de você foi, é  e sempre, sempre será o pai também.
Então esse ano recebi novamente aquele comunicado da escolinha e meu mundo por dentro se partiu. Uma onda enorme de culpa me afogou por dentro, olhei para meu João brincando em seu mundo colorido, lindo, alegre e infantil. E me disse,ele vai crescer e ai ?
No outro dia na quinta, a diretora me perguntou e a foto?
E encarei sim... o paredão de frente e disse que não tinha e que esse ano o João não iria participar pois eu (sinceramente) estou cansada de ir a escola nos dia dos pais. Fui vários e vários anos na escola de Tiago. Mas com o João eu prometi que iria ser tudo diferente. Me encarei de frente e voltei minhas memórias no tempo, desci os porões de tudo que meu consciente faz questão de tornar inconsciente. 
E lembrei de amigas, amigos que hoje são pessoas normais, sem neuras, traumas que foram criados pela figura materna somente. Até que a Cinthya do Divã me deu um exemplo gigante disso e me chacoalhou por dentro.
E listei um por um dos itens que me tornaram e me tornam a mulher, a mãe e o pai que sou hoje. E chorei ontem pela manhã enquanto estavámos na mesa do café eu e o João quando ele disse:
- Vem Kiagu (Tiago), mar fefé (tomar café) mundo junto (todo mundo junto).
E percebi rindo por fora  e chorando por dentro enquanto Deus continuar me dando forças para sustentar meus dois braços e minhas duas pernas junto com a minha integridade mental em dias... farei tudo que estiver ao meu alcance, para formar meus filhos pessoas de bem  e honestas mas acima de tudo humildes.
E que não importa ser mãe ou pai, são titulos criados pela sociedade para caracterizar a tradicional familia. Porque  a base de uma familia é uma mãe, um pai e seus filhos.
Mas se você ama, se você educa, se preocupa, se você cuida, dá carinhos, alimenta o corpo por fora e uma alma por dentro, se você mantém um laço afetivo. Sendo homem pode apostar que você é um PAI e sendo mulher é uma MÃE. Ainda que este filho em crescimento não traga um código genético seu.


E deixo a frase maravilhosa do divã 

Feliz Dia dos Pais para todas as mães solteiras que, com maestria, assumem os dois papéis. 


Bjs e até a próxima
Debby :)



terça-feira, 7 de agosto de 2012

Com o tempo

Com o tempo eu aprendo a sutil e dolorosa diferença entre amor e apego.
Amor é quando não existe dor ao lembrar o outro por mais longe que o outro esteja 
Apego dói qualquer centimetro de afastamento.
Com o tempo eu sinto que amar vale muito a pena ainda que o meu amor não possa me amar como eu gostaria.
Que a minha paz, a minha alegria, a minha dor o meu momento são primeiramente meus e por mim precisam ser respeitados, intensamente sentidos sem me preocupar com o que outro pense ou deixe de pensar.
Que tem dias que vou acordar feliz sem motivo e outros que vou acordar triste também sem motivo mas preciso sentir primeiro e depois expurgar de mim.
Que os problemas por mim criados precisam ser essencialmente por mim resolvidos.
 Com o tempo eu aprendi que algumas vezes vou sentir a necessidade de dar um tempo de tudo ao meu redor, de todos ao meu redor.
Que vou sentir a necessidade de estar a sós comigo mesma, me questionando, me perguntando e sem interferência externa alguma me responder, me sentir e acima de tudo me defender.
Que vou sentir vontade de andar descalça, com os cabelos desalinhados, sentindo o vento assanhar minha alma e o mar beijar meus pés.
Sentir em cada passo, cada grão de areia roçar os meus dedos e sentir o passo independente do compasso.

Que por mais que acorde bem intencionada em algum momento eu vou comenter um pequeno deslize tamanha a minha imperfeição. Mas se eu continuar no meu propósito de crescimento e melhora intima um dia vou aprender a não cometer qualquer deslize por menor que seja.

Com o tempo aprendi que ler foi a minha melhor escolha, a mais inteligente perda de tempo que já tive em toda minha vida e que quanto mais vida eu tiver mais tempo sei que arrumarei para ler. Nem que seja 10 minutos das 24 horas de um dia.

Que esperar será sempre a melhor solução por mais que meu coração esteja sofrendo de saudade, por mais que minha ansiedade esteja roendo minha alma por dentro. Que esperar está relacionado com fé.. como aquilo que não vejo, que não tenho como provar que existe mas que sinto.
Sinto que enquanto estou esperando sei que a vida, o universo estão para o meu melhor desde hoje trabalhando.

Com o tempo aprendi que algumas pessoas entraram em minha vida para simplesmente me ensinarem a valor incomparável, o amor incondicional de uma grande e eterna amizade ainda que Deus tenha levado grande parte fisica deste amizade para as paragens do céu, porque o sentimento ainda vive dentro de mim.

Com o tempo aprendi que a saudade é um bom sentimento e que vou sentir sempre, que algumas vezes ela vai vir acompanhada de uma lágrima ou de um sorriso , dos dois e não necessariamente nessa ordem. 
No meu tempo estou aprendendo que eu sou de um jeito, você é de outro e ele de outro jeito, então não me compare com uma outra pessoa, não queira que eu sinta da mesma forma, da mesma intensidade, que eu tenha o mesmo gosto ou a mesma atitude de uma outra pessoa. Se eu não me achar o suficiente boa, se não buscar o melhor em mim a cada dia ninguém fará isso por mim.

Com o tempo estou aprendendo que enquanto existir um coração em mim pulsando, uma alma em meu corpo vibrando eu vou estar sempre aprendendo independente do tempo.
Sempre aprendendo. 
Com o tempo. 

Bjs e até a próxima
Debby :)

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Solidariedade - Teia ambiental

Algumas imagens realmente dispensam comentários .
Essa é mais uma blogagem deliciosa que conheci através do blog da Rutinha e como na edição anterior eu falei sobre o meio ambiente... hoje vou tentar escrever alguma coisa sobre vida.
Esse cachorro está com 19 anos de idade e está em processo avançado de artrite. Então seu dono o carrega sempre nessa posição no lago em determinada hora do dia onde a temperatura é ideal para amenizar as dores de seu cachorro. O fotográfo e amigo diz que ficou muito feliz ao capturar esse momento onde o dono retribui todo amor que seu cachorro tem por ele desde os 08 meses quando foi resgatado e está ao seu lado desde então em muitas aventuras.
Eu acrédito que a temperatura quantinha da água diminua a dor que o cachorrinho sente em suas articulações.


Algumas pessoas precisam ficar doentes para sentir na pele a dor do outro, para sentir compaixão e assim a solidariedade inundar a alma, eu disse algumas pessoas, porque outras nasceram com esse dom.
O dom de levar mais vida... de fazer o outo sentir a vida pulsar de dentro para fora com um sorriso, um abraço ou uma palavra. Algumas vezes a presença já basta.

Achei uma definição maravilhosa sobre a solidariedade no blog do Sérgio Freire


"A solidariedade é espontânea. Vem por convicção e não por remorso. Solidariedade que não é espontânea cessa e titubeia na volta da primeira ameaça, recolhendo-se novamente, assustada, e indo para onde nunca deveria saído, no recôndito da tibieza. É uma ilusória gota d’água para quem está à morte com sede no deserto. Solidário é companheiro de sinceridade."

para ouvir o vídeo abaixo clica no pause lá no aplicativo de música.



Então um cachorro tenta socorrer um outro que foi atropelado.
Solidariedade,  vida e meio-ambiente  estão totalmente interligadas.
Eu penso que um não sobrevive sem o outro.

Rutinha mais uma vez agradeço de coração por esta oportunidade maravilhosa..
Beijos e até a próxima
Debby :)






domingo, 5 de agosto de 2012

Alguns dias diferentes e a farofa da alegria

Conheci a Soneide quando estagiava no Baneb - Banco do Estado da Bahia. Bem depois que o nosso estágio acabou perdemos literalmente o contato.
Até que...
Levando o Jão no pediatra alguns meses atrás andando pela rua eu ouço uma voz conhecida me chamando como só ela me chamava "Acácio" eita mania hein amiga ??? Depois de uns dois ou três "Acácio" olho na direção e vejo que a pessoa não mudou nada. Depois do tipico abraço apertado, trocamos logo os telefones e de lá para cá não perdemos mais o contato.
Então aproveitando os pouco dias de férias chamei ela para almoçar aqui em casa (que foi na segunda agora) e na quarta fui almoçar na casa dela.
Bem ela mora num bairro de Salvador que o nome até hoje me aguçava a curiosidade  até que descobri algo que eu acredito que nem ela sabe ... o nome do bairro dela é escada onde - Há quase 500 anos, abrigou o padre José de Anchieta, na capela de Nossa Senhora de Escada, que encontrou no lugar um refúgio paradisíaco perfeito. Por ser banhado pelas águas tranqüilas da Bahia de Todos os Santos, o bairro não é só praia. Fonte AQUI.
E porque Escada ? Por que na época em que os holandeses desembarcavam havia uma escada enorme que ia da praia até o local da Igreja chamada Nossa Senhora de Escada.
Então, tirei algumas fotos e andei de trem pela primeira vez aqui em Salvador.




Na quinta-feira ela almoçou aqui em casa. E foi ai que conheceu meus dotes culinários e a farofa da alegria. Então anota aê os ingredientes.
Nota: Tomei conhecimento dessa farofa deliciosa num restaurante que almoçei aqui mesmo no meu bairro não me recordo agora o nome da farofa mas aqui em casa ela tomou outro nome. rs rs

Ingredientes
1 banana da terra picada
1 pedaço de bacon picado
1 cabola pequena bem picada
1 porção de uva passa
3 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de azeite de oliva
Sal a gosto
Farinha ao ponto de uma farofa (decente claro ! rs rs)

Nota 2: Se você assim como eu não dispõe de muito tempo cronológico e financeiro para manicure use luvas de silicone. 


Modo de preparo
Coloque a cebola na manteiga quente e deixe fica bem dourada. Mais ou menos 10 min


Acrescente o bacon (5 min)
Acrescente a banana da terra e o sal e deixe mais 10 minutos.
A farinha até o seu ponto de farofa.
Quando tirar da panela e colocar numa vasilha a parte coloque a uva passa e misture.


E pronto uma farofa deliciosa, alegre e fácil de fazer.
 

Hoje é praticamente meu último dia de férias mas nessas férias turbulentas eu aprendi que a gente não precisa muito para estar feliz, alegre. Assim como tudo em nossas vidas existe a necessidade do oposto para nosso próprio aprendizado. Nossos dias também são assim repletos de horas tristes algumas angustiantes, de momentos dificeis mas a escolha é livre e toda nossa. Eu estou aprendendo a escolher ser feliz.
E felicidade é uma outra história...
E amiga foi muito bom, muito bom te reencontrar.


Bjs e até a próxima
Debby :)

  

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!