Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

domingo, 22 de outubro de 2017

O reverso da medalha


As vezes fico pensando até onde o arrependimento mata, fere por dentro, transformando a vontade  de voltar no tempo em um futuro melhor. Mas, a certeza de que aquilo que foi dito não pode ser desdito e imagina a desdita.
Como também o que foi feito desfeito..

E com o passar dos dias, vivendo cada gota de dor em alguns dias e em outros ouvindo o próprio sorriso iluminando o riso. Advém a sentença o que esta feito, tá feito.

Feito de agrado ou não, a verdade nos é cruel as vezes quando a bendita desdita é consequência e vem ao nosso encontro de viés desmeritando a causa.


 Desmeritando a causa vem uma tsunami de sentimentos contraditórios por dentro. E as vezes você está numa sala cheia de gente, e o barulho do teu silêncio é tão grande que a única pessoa que consegue te ouvir é você mesmo.
Os dias passam, os meses mas a culpa é um sentimento tão destruidor que as vezes corrói a retina da esperança e você não enxerga as possibilidades que a vida, Deus lhe concede por não se achar merecedor. 

A culpa como divisor de águas precisa fazer você sentir doer tão profundo o arrependimento para tua alma ter certeza de que não precisa, não merece e não vai fazer de novo. É um processo redentor, é quando você começa a entender que o que você ganha ou perde caberá só a você mesmo resolver.
É a self do retorno do jedi ... E ressurgem das cinzas sentimentos abandonados, corrompidos pelos atos, atitudes ou palavras impensadas.
E você aprende a se dar colo, a te acarinhar, a te proteger do mal que você mesmo pode te causar. E a cautela, a prudência renascem juntas com a coragem e a vontade de fazer tudo para não merecer que  culpa ou o arrependimento te corrompam novamente.

E algumas vezes em nossas vidas precisamos passar por este processo pois ele é um profundo aprendizado, é quando a honestidade com você mesmo vem a tona e te defende de tudo que sua emoção, comoção, pena, falta de tato, razão ou maturidade não conseguem afastar de você.
As vezes somos tão cruéis conosco que a vida emana de formas diversas, conselhos em formatos de ombros amigos, frases em para-choque de caminhões, trechos de livros abertos aleatoriamente. E algumas vezes é tão preciso passar por isso ou aquilo para que nossa alma deguste com dor, lágrima, alegria e sorriso o quanto é bom ou não determinada situação. E aprenda! 
É quando a vida exige, pede que sejamos mais humildes.


É quando aprendemos meio que por osmose a nos priorizar. E isso foi o que Jesus ensinou o tempo todo. Mas tudo em nossas vidas, é uma questão de prioridade.. Ele amou todos o tempo todo, o tempo todo ele amou a todos. Sem importar se o apedrejou, se zombou, se riu, se compreendeu, se chorou, se sentiu. Ele priorizou o amor... não esse sentimento medíocre, pobre e acima de tudo interesseiro que alguns de nós como pais e mães estamos passando para nossos filhos.
Aprendemos meio que por osmose que existe algo mais por trás daquela lágrima, daquela dor, daquela perda, daquela solidão, daquela loucura. E existe um ser humano, uma alma ali dentro que sente antes do corpo, que pressente, que luta, re-luta, que intui, que se conectava com o sagrado antes mesmo de ter renascido aqui neste planeta. Uma alma que sofre por não se conhecer a fundo e as vezes por não saber que tem meios de se conhecer. 
E isso é aprendizado, é pegar os livros da vida, ler cada linha, escrever com atos, atitudes e ações novas histórias. Tendo a certeza de que o erro faz parte de todo e qualquer processo de aprendizado.


É quando aprendemos que a vida vai muito além de simplesmente viver. É um legado mágico, único que temos em nossas mãos, um legado pelo qual somos os únicos responsáveis pelas lágrimas e sorrisos. Legado pelo qual somos autores, protagonistas, coadjuvantes mas sempre donos de cada personagem por nós representado. É um legado do qual levamos para além desta mesma vida os sentimentos bons ou não, a impressão que tatuamos nas outras almas, os sorrisos ou mágoas que despertamos em outros corações. E não !
Não é a vida que nos destrói, não é o tsunami ou o choque das placas tectônicas são as nossas escolhas, os nossos sin's e nossos não's. São os limites que impomos ou não.
É quando aprendemos que as vezes o silencio ensina mais que mil palavras. Que algumas vezes não é para ser ou acontecer e que um dia teremos capacidade de entendimento para saber o porque. E que, o não algumas vezes vem de Deus, como um pai justo, amoroso assim como o meu pai, a minha mãe me disseram vários nãos e aqui estou. Desse jeitinho assim, um compendio de regras e limitações, de ponderações, de erros e acertos, de choro e de riso.

E assim minha medalha vai virando, sendo decantada, destilada pelas consequências, modelada, tatuada pelas minhas ações.


 Bjs e até o próximo post.
Debby :-)

sábado, 1 de julho de 2017

De passagem

Imagem: AQUI

Você sabe que eu demoro, demoro mas apareço. kkk
Então a odisseia continua, desempregada 3 aninhos ( tem que diminuir o problema para que ele não tome conta de você né )...

Importante: Estou sem meu computador, e este notebook está com o teclado de configuração de Marte, eu acho,(kkk) então não se espante com os prováveis errinhos de pontuação.

Você também sabe que basta uma imagem, uma música, um outdoor, para que eu venha aqui desopilar contigo.

Algumas mudanças aconteceram em minha vida, entre elas a de endereço.... estou amando o novo cantinho eu, filhos, e marido. Então, para vir para casa passamos pelo aeroporto e a entrada é uma das imagens mais lindas que vejo em Salvador.
Imagem: AQUI


E não tem esse cidadão que não pare para contemplar, respirar fundo e meditar . Bom eu gravei, desde a hora que entrei até o momento de sair, entrei numa espécie de transe. Sai de mim e só ouvia o barulho do vento balançando os bambus, as folhas secas caindo e o barulho do meu moinho de vento, desacelerando para acompanhar aquele momento mágico.
E pensei no quanto estamos aqui de passagem, porque ali naquele momento me vi numa passagem, o vento correndo, o tempo passando e a vida seguindo. Independendo do que eu estava sentindo, do quanto estava doendo, do quanto estava sorrindo, do quanto estava alegre, ou triste a estrada era aquela, o caminho era aquele e a velocidade era o meu conduzir quem dizia, o meu dirigir que ditava as regras, o pulso, a aceleração do quanto e do como eu queria passar por aquele caminho. 
Transformando o carro em meu corpo, sentir flutuar sobre aquele pedaço de chão... e naquele instante sentindo o quanto a vida foi, é e sempre será breve vi o quanto é fundamental o nosso pensar, querer e agir nos momentos e decisões de nossas vidas. 
É quando o que era perde todo o sentido e importância, algumas vezes, pois não pode mais ser, porque simplesmente já foi.
É quando você percebe que o seu silêncio quase sempre te defende, te cura e te salva de algumas situações onde o barulho constrange, mente ou julga de forma indecorosa e injusta.
É quando notamos que nos importamos muito com coisas e pessoas pequenas no verdadeiro sentido do ser, do humano que existe dentro daquele corpo. E que pouco nos importamos com coisas e pessoas grandiosas que nos acrescentam e que continuam sendo nossa gente apesar do que somos, e não pelo que somos.
É quando você sente que existe uma força maior que comanda o universo, que organiza, humaniza, administra nosso planeta de forma ímpar, e é esta mesma força que tenta diariamente nos mostrar que o essencial é invisível aos olhos mas visto pelo coração.




E ali no túnel dessa brevidade que enxerguei a luzinha no final... me emocionei pois senti que é sempre no depois, e não durante que temos as respostas, os sinais, as luzes que tanto precisamos. Sei que é muito fácil falar, mas podemos sim tentar, pensar de forma diferente, querer aprender a sabedoria da arte do esperar, seja lá o que você estiver esperando se for bom e para seu bem o universo vai te ajudar. 
Também penso assim quando o desespero de me ver parada em casa, me sentindo um peso para meu marido que hoje é a única  fonte de renda que temos, as dividas acumulando, e eu tendo que manter a fé dele e a minha, tendo que manter o riso apesar das lágrimas, pois meus filhos sorrindo mantem acesa a chama da esperança, aqui dentro de alguma forma, uma coisa insiste em buzinar em meu ouvido "VAI PASSAR". E eu aqui digo por experiências próprias, a vida é muito mais do que contas a pagar, do que problemas, dificuldades e momentos de insanidade. E Deus nos concede em sua misericórdia pequenos sinais de que ele não nos desampara. 
Imagem: AQUI


E assim estamos sempre de passagem.
E a vida vai seguindo.
Estou de volta depois de longo período de repescagem. 
Mas, antes de ir gostaria de falar com você sobre um site muito legal que andei visitando. 


Site,  Lindas Frases de Amor. Eu adorei, e acho que vocês vão gostar.

Sabe aquela vontade de mandar um cartão pra quem gostamos ou uma mensagem personalizada e muitas vezes não estamos inspiradas (os),pois é, o Site Lindas Frases tem a solução.

O site consiste em compartilhar as imagens com mensagens ou frases para impressionar as pessoas queridas. Tornando cada compartilhamento único, uma vez, que é o único site que disponibiliza a opção de inserir o nome da pessoa, nas imagens e personaliza as mensagens como por exemplo: membros da família, namorados, vizinhos, amigos etc. (isso eu ameiii ), outra coisa, você tem a vantagem de também mudar as imagens, pois, eles possuem  variados modelos de designs.

Cada categoria, possui diferentes mensagens e imagens específicas.

Abaixo segue o link de alguns modelos:




Bjs e até o próximo post Debby :)




Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!