Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Bem vindo, você é meu visitante número:

Bem vindo, você é meu visitante número: glitters Recados, Fotos, Imagens - Torpedo Gratis

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

sábado, 7 de abril de 2012

17 anos...

Primeiro deu medo. 
Depois uma baita vontade de chorar quando ouvi atrás do biombo que estava sendo atendida na emergência do hospital.
Era um sábado do dia 01 do mês de abri e o ano era 1995.
E ouvi a minha mãe dizer ao medico
- Dr. eu sei que a minha filha vai poder me dar mais netos, a saúde dela é muito importante neste momento.
E naquele instante senti um frio enorme percorrer a minha coluna e meu coração acelerar..e entendi a gravidade da frase que o médico disso olhando a ultrassom.. 
- A placenta dela já está com grau 3 de "maturação" (acho que essa era a palavra) o bb está se "virando" praticamente sozinho. Uma vez que a placenta já não está desempenhando as funçõesd ela.
E como cenas de filme, fui lembrando de cada momento gestacional nosso..primeiro o medo, o enjoo, a culpa, a crença familia, os sonhos projetos para o futuro, a rejeição do meu pai, o casamento....a primeira mamdeira... seu primeiro movimento dentro de mim.
Meu primeiro agradecer a Deus por você existir...
E agora estavámos só nós dois ali novamente e eu não queria que você pressentisse nada do que se passava cá fora.
O orei a nossa Senhora... que também era mãe que olhasse por você... porque naquele momento você já fazia parte de mim e eu já te amava sem mesmo te olhar ou tocar ainda.
E disse a ela que muito te queria, que não importava como a mim viesse mas que estivesse com saúde... e chorei.
Chorei porque tive medo de te perder sem te ter...
Mas Nossa Senhora me ouviu e as 18:05 minutos daquele 01 de Abril...( parecia mentira rsrs, mas você foi a verdade mais absoluta, mais real que fez a minha vida ter sentido pela primeira vez.)
E seu grito rompeu o silêncio daqueles minutos, daquelas horas contadas de forma regressivas e cruciais para nossas vidas.

Foi quando nossos olhos se olharam pela primeira vez...
Quando chorando eu agradecia a Deus sorrindo por este grito que acordava minhas estranhas para um dos postulados mais importantes da vida de uma mulher... um postulado que não vem com manual de instruções...mas com muitas muitas emoções.
E o tempo passou.. hoje meu Tiago está com 17 anos de pura "aborrêcencia" mas em meu silêncio vejo-o como uma flor despertando para o jardim da vida.
É um filho de ouro, abençoado... lindo que comigo chega junto hoje no que diz respeito ao dia a dia de uma familia de mãe e filhos sem a figura paterna presente.
É um colega que onde chega a alegria se instala, educado, gentil... honesto e acima de tudo familia.
Sei que por imaturidade, e a propria falta de coragem muito da sua educação a sua vó eu deleguei... mas quando se é mãe... é para sempre, e sempre é termo de recomeçar.
 E aqui vai o meu muito obrigada a você, meu filho por fazer parte da minha vida, e essa também é uma das mandeiras que encontrei para dizer: - Eu te amo !


Uiii nossaaa, ele faz aniversário e quem se enche de graça e bençãos sou eu.
Obrigada filho..
Bjs a todos e até a próxima
Debby :)



Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!