Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Eu te amo não diz tudo!


Eu te amo não diz tudo
Quando tudo já está no automático em nossas vidas...
Quando a correria já tomou conta... quando qualquer coisa se torna mas importante e prazerosa do que estar nos braços do nosso "amado".
Quando sair mais tarde do trabalho já é default!!!
Quando aquele selinho perdeu o encanto do começo..
Quando o toque perdeu o tato e virou o alivio mais que imediato e voltamos a era dos primatas...

não mais fazemos amor... fazemos sexo por pura compulsão e satisfação da carne
Mas continuamos,,,, insistimos em dizer... em pronunciar "eu te amo!"
Para convencer talvez a nós mesmos de que realmente existe algo mais de sentimento mais que o amor....esse já pegou o banquinho e saiu de mansinho que agente nem notou..
Ou melhor percebemos sim... mas deixamos ele ir!
Deixamos ele ir quando gritamos com o outro ao invés simplesmente de deixar ele desabafar.. a revolta dele também!!!
Deixamos ele ir quando não deixamos ele, o amor nos amar...
Quando deixamos ele escapar entre nossos dedos..
É amor é pitoresco... é criativo...e quando tentamos controlar ele como tentamos em vão controlar o outro... Ele se manda!!! Literalmente!

Eu te amo não diz tudo !
Quando o seu cinema fica totalmente mudo!
Quando você se percebe como personagem de um monologo vão e totalmente vazio...
São dois mas na verdade é um só, e cada um para seu lado... e no final do dia e da noite
cada um diz eu te amo ! e está tudo bem !!
Não... sinceramente não está nada bem não.
É muito mais sincero... honesto fazer por meio de  gestos...

E esse é mais um ensaio da blogagem coletiva amor aos pedaços...
E esse filme em especial é o filme da minha vida .. este e simplesmente amor...
Pois foi com esses dois filmes que eu  vivi os dois lados da mesma moeda... um pedaço do meu desencanto de amor  é uma outra história.

Bjs e até a próxima
Debby :)



“Nos quarenta anos em que peregrinou pelo deserto, o povo de Israel, segundo conta a estória, foi alimentado por um alimento que caía dos céus durante a noite. As pessoas tinham permissão para colher desse alimento, o maná, na medida de suas necessidades. Só para o dia. Alguns, com medo de que o maná não caísse no dia seguinte, colheram em dobro, por via das dúvidas…Mas quando foram comer o maná poupado, viram que ele estava apodrecido, cheio de bichos.
Talvez isso queira dizer que a vida há de ser colhida diariamente. Quem deseja economizar o hoje para o amanhã fica com a vida apodrecida nas mãos.”
Rubem Alves, escritor.

Ele me faz tão bem !


Lendo o post das divas do Divã meninas adoro vocês viu ???  Clica AQUI e confere.
Esse da Cinthya... fez um redemoinho aqui dentro de mim
E o próprio titulo do post já deixa um leque de pensamentos e reflexões, não é mesmo ?
Então..Ele me faz tão bem !
Ele ???
Mas ele quem ???
O AMORRR

É não me importa o que vem depois...é geralmente sou assim, choro minhas pitangas todas na hora h, no momento exato da separação, da ida, da renuncia, ou do sumiço sem despedida. Uiii e esse dói e muito! rsrs
Mas quando estamos nesse estado emocional pleno, flutuando.
E não de repente ele nos pega num estado emocional mal mesmo ou não...
Mas, o que não podemos e ai driblamos bonito e de cara a dor, é esperar algo !!!
É criar qualquer projeção do amor na pessoa que te faz esse "faz tão bem" ser real..
Porque quando estamos criando qualquer expectativa por menor que seja criamos em nossa mente uma pessoa que terá quer ser, terá que agir como agente quer, como agente espera ou simplesmente como gostariamos que ele(a) agisse.
E isso nunca acontece porque cada um é um... esquecemos do ser individual que reside dentro de cada ser humano.
Ame, se entregue ao sentimento de corpo, alma e acima de tudo coração.
Mas algumas vezes agente derrapa nas areias da possessão ...
E não raro nos perdemos de vista... e perdemos muito do outro amor (o próprio) o nosso amor-próprio.
Mas temos que algum dia chorar, o coração tem que um dia querer do peito sair e do mundo fugir porque dói... Mas não deveria doer porque ontem eu estava sorrindo, ontem eu estava amando e estava dizendo "eu te amo "...

Mas nem sempre dizer eu te amo, diz ou é tudo ! (mas isso é um outro post, aguardem rs )
Onde eu quero chegar ??
Onde todos nós deveriamos um dia chegar.. a amar com plenitude..
Mas sem nos esquecer, sem deixar os amigos , os bons amigos de lado...
Sem deixar a nossa individualidade a liberdade de ser quem somos para viver ( em alguns casos claro ) a vida, o gozo, o querer do outro.
Ame... mas ame intensamente, se entregue inteiro..
Curta bastante o muito do pouco (as vezes) que lhe é permitido e Licito (claro)
Mas viva o momento com tanto prazer que cada segundo lhe deixe a sensação de eterno.
É... ele ( o amor ) tem dessas coisas...né ?

Mas antes de ir vou deixar você com esse texto maravilhoso que vi no blog da Vanessa Cony, chama-se conto. O blog dela é maravilhoso. 
Bjs e até a próxima

Debby :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!