Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

segunda-feira, 23 de abril de 2012

 
Ontem foi a missa de 30 dias da minha madrinha.
Enquanto o João brincava, sorria e pulava pelos jardins da igreja.
Mais uma vez, me vi com meus pensamentos e devaneios...
De um lado minha mãe chorando pela dor da saudade da irmã que para os braços de Deus partiu.
De outro eu me punindo mais uma vez porque não conseguia chorar, ficar triste como a maioria sempre fica. ( no começo sim, mas não agora!)
E me vi sorrindo na inocência de meu pequeno, conversando com a mimiguinha ( trudução: formiguinha )...
E percebi o quanto estamos com todos, todos os valores imensamente invertidos sejam eles materias e principalmente os de ordem sentimentais.
Claro que existem exceções, assim como em toda regra.
O quanto perdemos tempo com coisas e pessoas realmente pequenas.
O quanto um comentário vindo de outro ser tão humano e tão errante quanto nós, nos atinge, nos deixa com raiva e algumas vezes ali nasce uma inimizade.. fruto mero da falta de paciência para com o outro e da nossa incompreensão.
Deus!
E quanto nos falta, e quanto mais temos que sofrer...
Chorar .. para compreender, entender e perdoar.?
O quanto deixamos de fazer um passeio alegre, um café da manhã ao ar livre, na beira da praia, no parque. Porque estamos sem dinheiro!
O mesmo café que tomamos pela manhã mas que podemos arrumar a mesa do café no quintal ou na varanda. E fazer uma rotina diferente, um momento mais feliz
O quanto deixamos de admirar, contemplar, de procurar os poucos programas artisticos, culturais e inovadores que circulam por ai por acomodação e preguiça.
É hoje voltando no tempo, vejo o quanto, aquilo que antes era anormal, hoje entra para nossa normalidade e muito disso agradecemos aos gigantes da midia... que enriquecem as nossas custas, audição e algumas vezes alienação.
E prefiremos assim acreditar que ser assaltado 2, 3 , 4 a 5, vezes no mesmo mês, num mesmo local. A guerra entre os policiais e os traficantes que resulta em várias balas perdidas que acabam por encontrar um alvo alheio aquilo tudo, que na maioria das vezes não tinha nada a ver com o assunto, passa a ser normal e algumas vezes é considerado banal ao ponto de virar vinheta ou quadros de programas humoristicos.
É acredito que temos que rir mesmo, porque se agente parar de rir agente chora.
Choramos ao ver centenas de casais que sonham em ter seus filhos naturais  que levam anos e anos fazendo tratamente para engravidar ou se submetendo aos tomentos de uma burocracia filha da mãe para não dizer filha da outra. Em buscar do sonho de ser pai e mãe.
CHoramos ao ver um pai ou mãe espancando seus filhos, quando não abandonando-os para que a vida os adote de alguma forma... Mas Deus é sempre providencial
Choramos ao ver uma mãe esquecer por querer seu bebê.. cozinhando literalmente num carro.. ou abandonado num estacionamento qualquer.
Choramos ao ver um cão, um gato ou qualquer outro animal que possa ser considerado de estimação e dócil quando tratado com amor, ser espancando até a morte ou ficar paraplégico ou pauladas recebidas.
Choramos ao ver os desabrigados sem teto, com frio e com fome sem ter onde morar porque a chuva resolveu deixar a céu aberto e alertar para o erro de se firmar residência no solo podre de um antigo aterro sanitário onde construiram suas casas.
Choramos ao ver médicos, enfermeiros abusando sexualmente de seus pacientes sedados..e mais ainda quando existe uma disputa para saber quantos pacientes um mata mais que o outro.
Choramos ao ver oa padres que oram e retiram os pecados em nome de Deus e que nos bastidores infames da igreja comentem abuso sexual com os menores da comunidade.
Choramos ao ver nossas crianças, nossos jovens gastando mais tempo em games, em filmes do que praticando esportes, fazendo o sangue circular de uma forma saudável.
E mais que chorar por tudo isso e muito mais é lamentar ao perceber em muitos lares a falta da presença de Jesus em um único momento do dia seja no café da manhã, no almoço e no jantar.
Essa é a minha sobrinha linda, a Duda

É pensei nisso tudo enquanto via meu João Victor de 02 anos de idade correndo pelos canteiros e jardins da vida. Aproveitando essa fase maravilhosa e mágica da infância,
E antes de chorar ou percebeer uma lágrima no meu rosto rolar... eu fechei meus olhos e preferi imaginar a minha madrinha como a vi , sorrindo, feliz e me abrançando.... E me perguntei.
Porque chorar !!!???
Se um dia em algum lugar sei que nós duas vamos nos encontrar !
Pois é... é na morte, na dor da separação e da certeza que dói mesmo no coração que percebemos (na maioria das vezes) o valor que o outro exerce sobre nossas vidas.
Portanto não deixe para viver amanhã tudo que você sempre sonhou, desde que seja algo realizável ( claro!!! rsrss ) além de licito.

Mas viver o dia de hoje com alegria, com prazer por mais que o seu mar não esteja para peixe.
Acredite!
Podia ser bem pior ....
Experimentar mudar alguns hábitos de vez em quando, namorar mais e cada vez melhor a(o) mesma(o) companheiro(a) que está ai do nosso lado anos a fio.
Conversar mais com nosso filhos sobre todos os assunto... ser mais familia.
Bjs e até a próxima
Debby :)



3 comentários:

  1. Olá Debby,

    Gosto demais desta música que você postou.

    Tudo que você mencionou é motivo de grande tristeza, mas acredito que não devemos deixar que este desconforto nos leve ao desalento e à desesperança.

    Não está em nossas mãos colocar um fim nestes acontecimentos, restando-nos apenas ter fé e
    pedir a intercessão divina para clarear a mente
    daqueles que insistem em praticar maldades contra seus irmãos em Cristo.

    Muitos sofrem por um motivo que vai além de nossa compreensão. Para estes, também a única ajuda que poderemos oferecer é a oração para que
    tenham força para superar suas dores e decepções.

    Rir ainda é o melhor remédio, pois a alegria
    funciona como uma fonte geradora de energia.

    Sua madrinha, onde quer que esteja, estará bem melhor com sua alegria do que com suas lágrimas.

    A Duda é uma graça e o filhote, se for aquele
    da primeira imagem, é lindo demais. Isto, sim, é motivo para sorrir e ser feliz.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. Oi Verinha
    Sábias palavras como sempre, é sim a Dudinha é uma princesinha.. e aquele lá de cima é meu outro raiozinho de sol.
    Porque o outro tem 16 anos de idade.
    Bjs
    Debby :)

    ResponderExcluir
  3. Debby:

    A música que me acompanha dessssde o fatídico dia 23 de janeiro de 2010:

    "É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã. POrque, se você parar pra pensar, na verdade, não há!"

    Por isso, "criei" o Dia da Familia. Por isso, o projeto "gaste tempo com quem você ama". Pra que pelo menos UM DIA DO ANO as pessoas se voltem para o que é importante...

    Bjos e bençãos.
    Mirys
    www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Aqui você vai chorar comigo, vai rir comigo, vai recordar comigo, vai se emocionar.. vai viver comigo.
Mas quando sair comente..
E me faça feliz! Debby :) :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!