Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

quarta-feira, 30 de março de 2016

Rota de colisão



Engraçado como algumas situações de nossa vida, nos colocam sempre numa rota de colisão. E aqui falo por mim, claro ! kkkkk
Seja no relacionamento que hoje em dia não é mais dialogado, conversado, onde não se senta para aparar as arestas em comum.. tipo olho no olho, usando a sinceridade como premissa. Não!
Se grita, não se escuta, ou não escuta o outro.
E continuo aqui com meus botões. A minha infância foi muito tímida e ela me trouxe algo de bom , a minha introspecção e sem ela, acredite, eu não escreveria nadica de nada! É ela quem me ajuda a escrever, a concatenar os meus botões ás vezes alinhados e outras, completamente, desajustados.
Mas são justamente nesses desajustes que na maioria das vezes eu me supero, me acho, me busco, me perdoou, me soluciono e etc..

Dai acabei de ler teu pensamento:
Nossa essa guria gosthaaa de sofrer... gostha mesmo!!! kkkk


Antes aqui, e ainda numa rota de colisão o tempo acelera e sempre pede pressa. O que me deixa as vezes completamento perdida. Dai grito dentro de mim... PARE.. CONGELE... INSPIRE.. conte até 5 calmamente e agora EXPIRE. Pressa para mudar alguma situação que a loucura tenta fazer de conta que é normal. Então, eu me vejo deglutindo, ruminando situações que me degradam  gra da ti va men te..
E se, por um lado às vezes me vejo alheia, covarde sem a coragem de chutar o pau da barraca e mudar o meu mundo de direção e evitar a colisão.
Por outro lado, sei que, de nada adianta simplesmente porque o inevitável vai acontecer querendo ou não, por mais absurda que seja a situação.

E é nesse trajeto  que vejo, sinto uma força que emerge das profundezas do meu oceano, é quando a adrenalina do simples ato do meu pensar me faz quase acreditar na minha coragem de sair da minha zona de conforto.

Situação que Martha Medeiros tão bem descreve em sue livro intitulado " Simples assim".
Algo parecido,e tipo, a nossa zona de conforto ser uma piscina em que sabemos sempre as dimensões, os lados possíveis que nossos braços e coragem alcançam, porque temos a exata noção do nosso pobre e limitado ir i vir. Porque não temos a curiosidade e o tesão de arriscar o desconhecido ( na minha opinião).
De correr o risco de perder o pé, o folego e numa atitude heroica dar um impulso e emergir. Eu estou no prelúdio dessa fase e sinto prováveis e grandes mudanças e como toda e qualquer mudança com certeza terei alguma(s) perda(s).
Mas, alguém disse um dia que só se perde aquilo que nunca foi nosso.
E para os leitores de carteirinha que choram, torcem e vibram comigo kkkkk tenho uma noticia maravilhosa..



Aguarde em breve boas e grandes novidades.

Enquanto isso, partem os cintos pois, a rota ainda é de colisão !!! :)

Bjs
Debby :)

Um comentário:

  1. Oi Débora, as vezes temos que saltar de olhos fechados num
    abismo esperando criar asas. Espero sinceramente que havendo a colisão, você não se machuque e saia inteira, abraços.- Marcus Catão

    ResponderExcluir

Aqui você vai chorar comigo, vai rir comigo, vai recordar comigo, vai se emocionar.. vai viver comigo.
Mas quando sair comente..
E me faça feliz! Debby :) :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!