Clinica Odontológica Silvânia Rocha

Clinica Odontológica Silvânia Rocha
Clinica Odontológica Silvânia Rocha 3019-8911 3052-1880

Bem vindo, você é meu visitante número:

contador

Lomadee

Viaje pelo mundo com a ZARPO!

Patrocinando Em nossas Vidas

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Dia internacional da Familia


Fiquei sabendo da Roda de Interação aqui no blog da Norma e me encantei pelo tema.
É certo que fiquei de postar mais cedo... mas a minha nada mole vida de vez em quando não me deixa nem ir ao banheiro durante o dia no trabalho.

Nasci numa familia grande... quer dizer contando com primos tios, tias, papagaios e periquitos. Só uma tia minha tem mais de 8 filhos ... rs rs
Então! eu sou apaixonada por estes momentos recordar é viver... cada um com sua esquisitisse, particularidade mas acima de tudo unido, junto... tudo bem que tem momentos em que o bicho pega e acho que isso acontece em qualquer familia.
Nascemos em 4 e hoje somos 3... 
E ainda lembro de cada detalhe, cada minuto do dia 02 de setembro que foi quando meu irmão foi morar com Deus..e senti na pele, no coração e na alma o significado da palavra perda...
Inicialmente egoista claro, no sentido de posse onde temos a tola ilusão de que alguém é nossa propriedade pelo fato de amarmos muito..mas a própria morte que é o oposto da vida nos mostra que, não... e nos ensina a viver em vida,,, a sentir tudo em vida.
E percebo hoje com um certo pesar e muitas saudades de algumas coisas de minha infância e juventude. Da inocencia, da cordialidade , da gentileza e de uma gama de sentimentos e atitudes nobres que o mundo de alguma forma hoje está tentando levar para o lado da anormalidade...
É dificil para mim falar de familia, pois para mim como base familia é essencialmente composta de pai / mãe e filhos(as). E quando um desses pratos não existe na balança seja de que lado for, sempre fica faltando alguém, faltando um pedaço...principalmente quando temos crianças no meio desta balança.
Levei muito tempo para perceber a importância de uma celula familiar na vida, na educação e no cotidiano de uma pessoa. independendo da sua condição financeira ou grau de escolaridade. Mas principalmente e essencialmente pela presença de Deus no seu coração.
Converso muito com ele (Deus) e digo.. Senhor o fato de não frenquentar assiduamente uma igreja, que foi no meu ver "construida" por homens tão imperfeitos e falhos como eu, não me fazem menos digna para que entres em minha casa, em minha vida, em minha alma. Porque sinto-o senhor em cada elemento vivo, dentro e fora de meu corpo.
E mais ainda nas coisas simples e pura... e como não acertei na condição de sustentar uma relação com estes que deveriam ser pais e mais presentes na vida de meus filhos, mesmo que a minha vontade não seja mais de compartilhar a minha vida com eles. Te imploro para que sejas sempre o pai de cada um deles.

Unidade...

Então, mais que papéis sociais a familia é a base da qualidade de vida de qualquer pessoa desde que nesta familia reine o amor, o respeito e acima de tudo a compreensão.
Nos dias de hoje esta tão comum as separações, divorcios que fico com o peito oprimido e me perguntando, será que estamos indo mesmo pelo caminho certo quando vamos escolher aquele ou aquela com quem queremos compartilhar uma vida inteira.
Mas é tudo tão relativo hoje, e os sentimentos eu sinto, estarem entrando nessa relatividade também.. é triste eu sei ! mas é um pouco verdade isso.
É raro quando quase não existe diálogo em algumas familias hoje...
Os jornais, a midia infelizmente sobrevive do oportunismo em cima de noticias violentas, tristes mas que de certa forma atinge uma familia.

Ainda sinto em meu nariz o cheiro forte de urina , vejo os colchões pelo chão.. e pais e mães vagando pelo corredores dos asilos que visitava. E com muita tristeza no coração eu lia no quadro de avisos uma lista enorme com telefones de filhos, filhas, parentes  para casos de urgência e emergência. A D. Maria que nossa!!! eu adorava aquelas ruguinhas no rosto dela, e as lágrimas caem agora como caiam depois que eu ia embora.. porque ela sentava com a cadeirinha dela todo final de tarde após o banho,e a alfazema era sagrada, para esperar a filha dela que disse a alguns domingos de anos lá atrás que iria ali e já voltava.
E pensar que uma familia começa com um pai e com uma mãe...
Não me cabe aqui julgar ninguém, cada um de certa forma aprende na lida da vida que é responsável por seus próprios atos.
Mas Jesus quando aqui esteve foi só gestos de amor, de piedade, misericordia, apelos e caridade diante de nossos gestos e jeito de ser muito pobre de alma mesmo.



Por isso que digo que para mim é muito dificil falar em familia mas amo demais a minha familia.... hoje com os meninos é diferente o meu egoismo com relação aos meus pais diminuiu e muito. Pois antes orava a Deus para ir antes deles pois não saberia se suportaria a dor de me ver sem eles.
Então aproveito-os ao máximo e o quanto posso... eles estao virando o dedo médio e caminhando com para o anelar na fase da vida. Fase essa que eu, você, ele, ela.. enfim cada um de nós vai passar. Sempre que posso passo na casa de mainha ( rs rs adoro chamá-la assim ) e acredito que lá de casa só eu a chamo assim. Então, sempre que posso vou lá comer o cuscuz delicioso que ela faz.
 Hoje se eles pudessem estragariam e muito a educação e os limites dos netos rs rs mas faço questão de agir como pai e mãe que sou, em algumas coisas igualzinho a eles.

 Mas agradeço a Deus todos os dias pela minha familia, por este exemplo único e maravilhoso de cooperação, de superação, de renuncia, de alegria e acima de tudo de fé. Pois se não fosse a minha familia, a nossa união esse constante aprendizando eu não seria o que sou e muito menos não teria o conhecimento e o amor de Deus.

Bjs e até a próxima
Debby :)

 

14 comentários:

  1. Oi Debby,
    sendo sua fé e o exemplo que teve como guia ,sua base familiar, já tem muito caminho andando,o resto é vivência .
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Linda e intensa tua participação,Debby! Valeu a pena te ler! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. O entrelaço da sua história familiar e as características das famílias dá a sua particiipação cores fortes e pinceladas de emoção.
    Agradeço a sua participação nesta roda, cujo objetivo é reforçar esta célula fundamental da sociedade através das diversas visões entre os amigos.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Debby, considero a família o alicerce de nossa vida. É ela que nos dá forças para lutar nos momentos difíceis e também é ao lado dela que desfrutamos os bons momentos. Obrigada pela visita, venha sempre.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que lindo texto, Debby. Gostei muito e penso igual, a família é nossa base.
    Bom conhecer você, é essa interação que a Norma proporciona.
    Depois volto pra ler mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lúcia
      Obrigada pela visita...

      Sinta-se a vontade

      Debby :)

      Excluir
  6. Excelente seu olhar sobre a familia,e este toque da religiosidade sem fanatismo e obrigações ficou perfeito.Eu me comporto exatamente assim e sou de familia de cursilhistas.A familia sobrevive apesar de todo tiroteio embora as pessoas se estragam ao longo da vida, ela a familia permanece como referencia,porto seguro em nossas vidas.Parabens Debby ficou rica sua participação nesta maravilhosa ideia da Norma.
    Meu abraço de paz e luz nos seus dias.
    Mas deu agua na boca ao falar deste cuscuz saboroso que a mainha faz.rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Toninho

      Hummm esse cuscuz de mainha dá e não sobra rsrsrs
      Hoje pela manhã mesmo estive lá saboreando ele.

      Obrigada
      Debby :)

      Excluir
  7. Oi Debby!
    Muito emocionante seu depoimento. A família, aliás, viver em família não é fácil, mas é muito prazeroso.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Valéria acho que a Família é a base de tudo em nossas vidas.
      Obrigada pela visita

      Debby :)

      Excluir
  8. Querida
    Me fez recordar o tempo em que fui voluntária num asilo no ES e o cheiro da urina marcou-me muito também...
    Seu post emociona...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose..

      Tem momentos que a gente nunca esquece não é? e esse trabalho que fiz também foi assim. Ate hoje lembro da fisionomia de cada um deles.
      Obrigada pela visita
      Bjs carinhosos
      Debby :)

      Excluir
  9. Oi Debby,
    também entrei na roda de interação da Norma. Muito bom fazer uma autorreflexão sobre o conceito familia.
    Lamento não ter vindo antes, mas estive a braços com a BC Amor aos Pedaços, conforme você sabe. Foi uma 3ªfase muito esperançosa. E já postamos a chamada para a 4ªfase - Questionamento. Se puder e quiser, vá lá espreitar.

    Quanto à sua participação Familia, adorei ler. Especialmente quando você toca no ponto mais dolorosos, o asilo de velhinhos. São ali depositados como se não servissem para mais nada.

    Familia é unidade. Concordo em absoluta.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rutinha
      Adorei participar dessa roda da Norma.. mesmo

      É o trabalho nos asilos mudou e muito a minha forma de ver e viver a vida principalmente com relação aos meus pais e aos velhinhos da minha familia. Sempre adorei a figura do idoso... agradeço muito a Deus , a vida e a Ane que me proporcionoram dias de muita emoção, tristeza mais profundas reflexões, mudanças e acima de tudo alegrias.

      Estou indo lá já.. ver a nossa 4 fase.
      Bjs
      Debby :)

      Excluir

Aqui você vai chorar comigo, vai rir comigo, vai recordar comigo, vai se emocionar.. vai viver comigo.
Mas quando sair comente..
E me faça feliz! Debby :) :)

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Campanha de incentivo a Leitura

Campanha de incentivo a Leitura
Vamos ler mais e melhor!